Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Justiça nega pedido de liberdade a digital influencer maranhense e namorado

Em sua decisão, o juiz destacou que os fundamentos para a prisão preventiva ainda podem se manter pois seguem inalterados.

Câmera de segurança registrou momento de chegada da influencer (Foto: Reprodução)

A Justiça, sob decisão do juiz Lirton Nogueira Santos, da 3ª Vara Criminal de Teresina, negou o pedido de liberdade da digital influencer maranhense Roani da Silva Sampaio e do namorado Francisco Moisés Sousa Batista Júnior, acusados de roubarem a casa do empresário José Abel Modesto Paes Landim, no último dia 12 de fevereiro.

O pedido foi feito pela defesa da jovem que usou como justificativa o fato de ela ser mãe de um filho de 1 ano e 4 meses, que depende dela para alimentação, não ter passagens pela polícia e residência fixa. Já sobre Francisco Moisés, a defesa argumentou que ele é pai de uma criança de sete anos, tem bons antecedentes, uma profissão e residência fixa.

Em sua decisão, o juiz destacou que os fundamentos para a prisão preventiva ainda podem se manter pois seguem inalterados.

O CASO

A digital influencer Roani da Silva Sampaio, de 19 anos, conhecida em São Luís/MA, foi presa em flagrante em Teresina por suspeita de participar de um assalto a residência de empresário na capital piauiense.

Segundo consta de decisão que homologou o flagrante da garota, presa junto com o namorado Francisco Moises Sousa Batista Júnior, ela marcou um encontro com um empresário na casa dele, e depois repassou informações privilegiadas sobre o local a um namorado, que organizou o roubo com outros comparsas.

Na ação, os suspeitos agrediram o empresário em sua casa, fizeram “roleta russa” com um revólver apontado para sua cabeça, levaram objetos de valor, além de dinheiro em espécie, em moeda nacional e em dólar. Exigiram, ainda, senhas bancária e de um aparelho celular.

Carregando