Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Em nota, mineradora afirma que não houve rompimento de Barragem em Godofredo Viana

Segundo a MASA, houve o comprometimento de drenagem em uma operação, afetando um lago de água natural que transbordou.

Barragem se rompeu em Godofredo Viana-MA (Foto: Reprodução)

Informações repassadas ao JP on-line informavam sobre possível rompimento da barragem da mineradora Aurizona (MASA), na madrugada desta quinta-feira, 25, no município de Godofredo Viana, distante 338 km de São Luís. As fortes chuvas que caíram sobre o Maranhão desde a noite passada deixaram a localidade em alerta.

Moradores relataram os estragos causados pelo grande volume dos alagamentos, como obstrução da estradas e poluição de um rio. Não há informações sobre vítimas até o momento.

O secretário de Meio Ambiente do Maranhão, Diego Rolim, informou que já tomou conhecimento da situação e se deslocou até o município para tomar as devidas providências.

Em nota, a mineradora afirma que não houve rompimento da barreira, e sim comprometimento de drenagem em operações da MASA, afetando um pequeno lago de água natural, de nome Lagoa do Pirucáua, registrando transbordamento de água livre de qualquer contaminante e que, juntamente com outras águas da região, afetaram estradas locais.

Confira a nota da Mineradora na íntegra:

A Mineração Aurizona (MASA) vem esclarecer que entre os dias 23 e 24 março de foram registradas chuvas intensas na região do município de Godofredo Viana (MA) e comunidade de Aurizona, totalizando 426 milímetros, o que acarretou diversas interferências locais com consequentes alagamentos.

Nas operações da MASA, a drenagem de um pequeno lago de água natural, de nome Lagoa do Pirucáua, foi comprometida, registrando transbordamento de água livre de qualquer contaminante e que, juntamente com outras águas da região, afetaram estradas locais.

A MASA reforça que não houve qualquer impacto sobre a sua estrutura operacional como barragens e outras instalações, que estão intactas e operando normalmente. Ou seja, não houve qualquer alteração na segurança e estabilidade das estruturas operacionais, principalmente na barragem de rejeitos.

Destaca ainda que, devido ao acúmulo de água de chuva, a portaria da empresa está alagada, impossibilitando acesso de trabalhadores e afetando também o tráfego da comunidade local.

A MASA está adotando providências para reestabelecer o tráfego na estrada local afetada, avaliando as interferências em outros pontos, com o objetivo de prestar apoio e suporte à comunidade de Aurizona.

Pedimos apoio de todos para compartilharem informações verdadeiras evitando a desinformação e criação de pânico entre moradores da região e outras localidades, já tão afetados pelas dificuldades atuais da pandemia COVID-19.

Matérias atualizada às 11h39

Carregando