Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Polícia Civil identifica suspeitos da execução de três mulheres em Peritoró-MA

Vítimas foram mortas a tiros enquanto dormiam, e uma criança de três anos ainda foi baleada durante a ação criminosa.

Vítimas foram mortas a tiros enquanto dormiam (Foto: Divulgação)

A Polícia Civil do Maranhão já identificou os autores da execução de três mulheres no município de Peritoró-MA (distante 242 km de São Luís), ocorrida no último dia 22 de março. Os suspeitos são apontados como membros de uma facção criminosa de São Luís. As vítimas foram mortas a tiros enquanto dormiam em casa, e uma criança de três anos ainda chegou a ser baleada na perna, mas foi socorrida e passa bem.

De acordo com a polícia, os quatro criminosos chegaram à residência em duas motos e invadiram a casa para praticar o crime, fugindo em seguida.

A motivação do crime está relacionada à disputa por pontos de venda de drogas, sendo uma retaliação direta à ação da facção rival ocorrida no dia 28/02/2021, conforme informações da polícia.

O Poder Judiciário já atendeu às representações da Polícia Civil e expediu os mandados de prisão e de busca.

Nessa sexta-feira, 26, o primeiro envolvido foi preso pela Polícia Militar, no bairro Cidade Olímpica, em São Luís-MA. As investigações prosseguem para a colheita de novas provas e captura dos demais envlvidos.

O CASO

A cidade de Peritoró-MA (distante 242 km de São Luís) foi palco de um triplo homicídio na madrugada da última segunda-feira, 22. De acordo com informações da Polícia Militar, três mulheres foram executadas a tiros enquanto dormiam, e uma criança ficou ferida durante a ação criminosa.

O crime, conforme as primeiras informações, pode ter sido motivado por um acerto de contas, e teria ligação com um indivíduo que se encontra preso na penitenciária de Codó. As vítimas seriam parentes dele.

As vítimas foram identificadas como Sílvia Regina Lima, de 48 anos, e sua filha Bianca, de 28. A terceira mulher morta, até o momento, não teve o nome revelado. A criança de três anos foi atingida com um tiro na perna, mas foi levada para o hospital e passa bem.

Carregando