Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Grupo CCR arremata o leilão do Bloco Norte e fica com aeroportos de São Luís e Imperatriz

Empresa pagou R$ 754 milhões pelo bloco dos dois aeroportos no Estado.

Empresa pagou R$ 754 milhões pelo bloco dos dois aeroportos (Foto: Divulgação)

O Grupo CCR venceu o leilão para se tornar concessionário dos aeroportos de São Luís (Hugo da Cunha Machado) e de Imperatriz (Renato Cortez Moreira). Os leilões, que geraram uma receita de R$ 3,3 bilhões, foram realizados nesta quarta-feira (07), em São Paulo. O grupo venceu, além do Bloco Central, onde estão os aeroportos maranhenses, o Bloco Sul, enquanto a Vinci Airports arrematou o Bloco Norte.

Pelo Bloco Central, a CCR ofereceu R$ 754 milhões ante ao valor mínimo de outorga, que era de R$ 8,1 milhões. Pelo Bloco Sul, ofereceu R$ 2,128 bilhõess, ante valor mínimo de 130,2 milhões de reais.

Com estas aquisições, o CCR passa a ser concessionário dos aeroportos de Goiânia (GO), São Luís (MA), Teresina (PI), Palmas (TO), Petrolina (PE) e Imperatriz (MA), do Bloco Central,  e de Curitiba (PR), Foz do Iguaçu (PR), Navegantes (SC), Londrina (PR), Joinville (SC), Bacacheri (PR), Pelotas (RS), Uruguaiana (RS) e Bagé (RS).

A Vinci Airports, que venceu a concorrência pelo Bloco Norte, com oferta de R$ 420 milhões, ante o valor mínimo de 47,8 milhões, assume os aeroportos de Manaus (AM), Porto Velho (RO), Rio Branco (AC), Cruzeiro do Sul (AC), Tabatinga (AM), Tefé (AM) e Boa Vista (RR).

Carregando