Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Três jovens morrem vítimas de tiro durante o fim de semana em São Luís

Em uma das ocorrências, um suspeito foi baleado logo após cometer assalto no Turu.

Vítimas de tiro, André Felipe foi morto na Jordoa; e Thaylison Alves, na Chácara Brasil (Foto: Divulgação)

Durante o fim de semana passado, houve o registro da morte de três jovens em São Luís. Todos os casos aconteceram no sábado (10), com uso de armas de fogo. Em uma das ocorrências, um suspeito foi baleado logo após cometer um assalto e morreu ainda no local.

O primeiro caso, registrado na Rua Boa Esperança, no bairro do Coroadinho, teve como vítima Francivaldo Sousa Nunes, de 22 anos. Conforme levantamentos da Polícia Militar, ele possuía “passagens” pelos crimes de homicídio e posse de droga para consumo pessoal.

A polícia foi informada anonimamente sobre o crime, ocorrido por volta das 9h40 do sábado (10). Francivaldo já foi encontrado sem vida e com lesões na região do rosto e pescoço. Policiais militares realizaram buscas na área, mas ninguém foi preso até o momento.

Já por volta das 19h50, André Felipe Gonçalves de Souza, foi assassinado na Estrada da Vitória, no bairro da Jordoa. O jovem de 19 anos foi alvejado no pescoço e na mão esquerda, conforme a perícia do Instituto Criminalística do Maranhão (Icrim).

Os dois crimes seguem sendo investigados pela Polícia Civil, por meio da Superintendência de Homicídio e Proteção à Pessoa (SHPP). Até o momento, ninguém foi preso.

SUSPEITO MORTO

Também no sábado (10), por volta das 13h, na Chácara Brasil – região do Turu, Thaylison Alves Penha, de 26 anos, após cometer assalto na localidade, acabou baleado por um policial civil que tentou impedir o crime. Thaylison Alves não resistiu, ainda no local.

De acordo com as informações levantadas pelo Jornal Pequeno, na companhia de mais dois comparsas, Thaylison estava em um veículo Fiat Argo, com placa de Belo Horizonte. Os três desceram do carro para realizar o roubo e fugiram a pé, sendo seguidos por duas pessoas, entre eles o policial.

Thaylson foi alcançado, alvejado e morreu no local. Conforme a polícia, ele já tinha “passagens” pelo crime de roubo, roubo qualificado e desacato.

Na ocasião, foi conduzido ao Plantão do Cohatrac um adolescente de 17 anos, que participava da ação criminosa. Ele foi capturado por populares e chegou a ser agredido. O terceiro envolvido conseguiu fugir.

O Policial Civil, que teria atirado no assaltante, se apresentou na sede da SHPP, onde também entregou a arma para realização de exames periciais.

Carregando