Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Terminal Rodoviário de São Luís passa por processo de modernização

Os investimentos de requalificação estão orçador em torno de 5,5 milhões de reais.

Terminal Rodoviário de São Luís passa por mais uma fase de revitalização (Foto:Divulgação)

Terminal Rodoviário de São Luís passa por mais um processo de requalificação e modernização. É o que afirma a Sociedade Nacional de Apoio Rodoviário e Turístico (Sinart), administradora do local. O Sinart também informou que trabalha para transformar a rodoviária em um cartão de visitas.

Os projetos de reforma foram aprovados pela Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh), que fez a liberação de alvarás de construção. Serão executados também serviços complementares de combate a Incêndio e Pânico (PCIP) e Sistema de Proteção de Descargas Atmosféricas (SPDA), aprovados pelo Corpo de Bombeiros.

Nesta fase, a requalificação contempla mudanças no gradil de ferro que separa o saguão da plataforma, construção de uma estrutura no padrão Sinart e instalação de catracas de acesso.

Os projetos também preveem a construção de uma nova central de descarte de resíduos sólidos, remodelação dos guichês adaptados a pessoas com deficiência, novo acesso ao estacionamento com instalação de catracas automáticas, requalificação do cabeamento elétrico que alimenta lojas e guichês, do centro de medições de energia, revisão da parte hidro sanitária com substituição de tubulações de ferro para tubulação de PVC.

Com essas intervenções iniciais, será criada uma via alternativa de saída dos ônibus para a requalificação no sistema viário. As obras estruturais se iniciaram assim que a empresa assumiu a gestão, após vencer processo licitatório.

Durante as obras emergenciais, a Sinart afirmou que requalificou 2.000 metros da área do telhado, construiu novos banheiros e liberou 14 baias, visando proporcionar conforto e segurança aos passageiros e permissionários.

Os investimentos de requalificação e modernização do Terminal Rodoviário de São Luís, segundo a Sinart, estão orçado em torno de 5,5 milhões de reais.

Carregando