Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Suspeito de matar ex-companheira a tiros em Balsas se entrega à Polícia Civil

O crime, que ocorreu no sábado,17, dentro da casa da vítima, é o 16º feminicídio do estado em 2021.

Maísa Fernandes foi morta por Tiago, que não aceitava a separação do casal (Foto: Divulgação)

Na tarde de ontem (19), Tiago dos Santos Costa, de 23 anos, suspeito de matar a tiros a ex-companheira, Maísa Fernandes Lima Sodré, 19, se entregou na Delegacia Regional de Balsas, acompanhado de um advogado. O crime, que ocorreu no sábado (17), dentro da casa da vítima, no bairro São Caetano, naquele município, é o 16º feminicídio do estado em 2021.

De acordo com a Polícia Civil, ele não aceitava o fim do relacionamento dos dois e estava fazendo ameaças à jovem. Na última delas, por meio de um aplicativo de mensagens, no mesmo dia do crime, escreveu dizendo que ia matá-la.

Tiago dos Santos invadiu a residência da ex-mulher e disparou quatro tiros contra ela, que morreu ainda no local. O casal tem um filho de pouco mais de um ano de idade.

Na delegacia, onde foi cumprido o mandado de prisão preventiva pelo crime de feminicídio em seu desfavor, ele permaneceu em silêncio, segundo o delegado Fagno Vieira.

Após os procedimentos de praxe, o suspeito foi encaminhado ao presídio de Balsas, onde ficará à disposição da Justiça.

PRESO POR TRÁFICO

Em janeiro, Tiago dos Santos Costa já havia sido preso pelo crime de tráfico de drogas, mas foi colocado em liberdade, e estava usando tornozeleira eletrônica, retirada após assassinar a jovem.

Carregando