Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Pacientes com sequelas da Covid-19 vão ser acompanhados pelo programa “Rede Cuidar”

O novo serviço, lançado nessa terça-feira, amplia a assistência às pessoas recuperadas do novo coronavírus, em território maranhense.

A Rede Cuidar teve suas atividades iniciadas ontem, a fim de ajudar na reabilitação das pessoas que venceram a luta contra a Covid-19 (Foto: Gilson Ferreira)

Para aqueles que lutaram e venceram a Covid-19, além do trauma, muitas vezes restaram sequelas físicas e psicológicas. Para ajudar na reabilitação dessas pessoas, o governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual da Saúde (SES), deu início nessa terça-feira (20) às atividades da Rede Cuidar, serviço que amplia a assistência aos pacientes recuperados do novo coronavírus, no Maranhão.

O programa tem como sede o anexo do Hospital Carlos Macieira, localizado na Avenida Jerônimo de Albuquerque, no bairro do Calhau. Para quem tem interesse, pode procurar atendimento pelos números (98) 99161-9028 (WhatsApp) e 3790- 9091 (Disque Saúde).

De acordo com o titular da SES, Carlos Lula, a Rede Cuidar visa oferecer tratamento psicológico aos pacientes e seus familiares, além de outras especialidades médicas.

O secretário informou que a Rede Cuidar conta com psicólogos, psiquiatras, cardiologistas, nefrologistas, endocrinologistas, clínica médica, nutrição, fisioterapia, fonoaudiologia e neurologia. Além do Hospital Carlos Macieira, o programa funciona nas policlínicas de Santa Inês, Presidente Dutra e Imperatriz.

Segundo Edilson Medeiros, que é diretor do Hospital Carlos Macieira, o objetivo é diminuir as patologias que poderão advir daqueles pacientes que foram internados com Covid-19. “O fluxo é estabelecido dentro das unidades da rede estadual, paciente já sai referenciado para a Rede Cuidar. E, os pacientes que já estiveram nessas unidades, também, serão referenciados. Todos que precisarem de ajuda médica serão atendidos. Os agendamentos podem feitos pelo telefone, ou presencialmente”, informou.

Em São Luís, o serviço conta com quatro salas para consultórios, sendo duas salas para clínicos gerais e outras duas nas demais especialidades, além de sala de coleta e sala de triagem. O paciente, após a consulta, poderá fazer os exames na própria unidade de saúde.

Segundo Carlos Lula, pacientes da rede particular também serão assistidos pela Rede Cuidar. Neste caso, eles devem passar pelo clínico geral do ambulatório-anexo, no Carlos Macieira.

DOIS MIL ATENDIMENTOS POR MÊS

O secretário Carlos Lula informou que a Rede Cuidar tem capacidade de atender mais de duas mil pessoas por mês. Pacientes do interior do estado podem procurar atendimento em São Luís ou nas policlínicas de Santa Inês, Presidente Dutra e Imperatriz.

O funcionamento será das 8h às 12h e das 14h às 18h. “Infelizmente, não sabemos muito da Covid-19, logo, queremos ofertar o máximo de cuidados aos nossos pacientes”, enfatizou Carlos Lula.

Carregando