Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Mural em homenagem a mestre Leonardo, do Boi da Liberdade, será concluído nesta quinta-feira (22)

O mural que está sendo finalizado no Centro de Saúde da Liberdade

(Foto: Divulgação)

O artista Gil Leros finaliza na tarde desta quinta-feira, dia 22 de abril, o grande mural em homenagem ao mestre Leonardo, um dos fundadores do Tambor de Crioula e do Boi da Liberdade, em São Luís.

A obra é parte das ações do projeto “Amo, Poeta e Cantador: Murais da Memória pelo Maranhão” que, neste ano de 2021, vai homenagear 10 personalidades do Bumba meu Boi do Maranhão.

O mural que está sendo finalizado no Centro de Saúde da Liberdade, em homenagem ao mestre Leonardo, começou a ser construído na segunda-feira, dia 19. Outros três murais serão construídos em São Luís e os demais (seis) em Axixá, Cururupu, Barreirinhas, Guimarães, Viana e São José de Ribamar.

MESTRE LEONARDO

Leonardo Martins dos Santos, mestre Leonardo, comandou o Boi e o Tambor da Liberdade por mais de 40 anos. Nasceu em Guimarães, em 06 de novembro de 1921, e morreu em São Luís, no dia 24 de julho de 2004, aos 82 anos. Começou a dançar Boi e Tambor aos 8 anos de idade, mudando-se para o bairro da Liberdade, em São Luís, aos 19 anos.

Antes de fundar seu próprio grupo, brincou no Boi de Mizico (Hemetério Raimundo Cardoso), na Vila Passos, do sotaque de zabumba. Então, em 1956, Leonardo, ao lado de João Abreu, Popó, Romário, Virício e Sebastião Barbeiro, funda o Boi da Liberdade.

Carregando