Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

CadÚnico: Tarifa social de energia elétrica pode ser solicitada por meio de aplicativo

O programa consiste na redução da tarifa da conta de luz para clientes residenciais de baixa renda e povos tradicionais.

Foto: Reprodução

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes), por meio Secretaria Adjunta de Renda de Cidadania (SARC), lançou o aplicativo Tarifa Social com o objetivo de que o desconto na conta de energia alcance ainda mais famílias maranhenses, em um período mais curto. O aplicativo Tarifa Social está disponível para os sistemas de IOS e Android. Basta acessar a loja de aplicativo do celular e baixar, informou o governo.

O programa foi criado pelo Governo Federal e consiste na redução da tarifa de energia elétrica para clientes residenciais de baixa renda e povos tradicionais. Para famílias indígenas e quilombolas os descontos podem chegar até 100% na conta de luz.

O secretário da Sedes, Márcio Honaiser, explicou como o aplicativo poderá ajudar diversas famílias. “Este aplicativo é mais uma ferramenta de ações do Governo para auxiliar e garantir que as famílias cadastradas do Cadastro Único (CadÚnico), e que estejam dentro do perfil do Tarifa Social, consigam o direito de ter desconto na conta de energia elétrica. Com esta ferramenta o cidadão poderá se cadastrar de forma mais rápida e simples. Já aquelas famílias que são cadastradas no CadÚnico poderão fazer a atualização cadastral, para não correrem o risco de perder o benefício”, frisou

Dentro do aplicativo, os beneficiários irão achar seções como: Consultar Benefício, Credenciamento, Perguntas e Respostas, Notícias, Reclamações, Privacidade e Sedes.

Adesão ao programa

O Maranhão é o segundo estado do Brasil com melhor desempenho em Tarifa Social. O estado obteve está colocação com mais de 928 mil famílias cadastradas, o que corresponde a 79% de adesão ao programa. O resultado é fruto da parceria entre a gestão estadual, Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) e a empresa Equatorial Energia.

De acordo com o governador Flávio Dino, 250 mil maranhenses ainda podem ser beneficiados com o programa.

Carregando