Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Polícia prende no RS suspeita de comandar execução de adolescentes em Timon

Vítimas foram obrigadas a cavar a própria cova antes de serem mortas a golpes de foice, facão, pá e pedaços de madeira.

Suspeita foi presa no Rio Grande do Sul (Foto: Divulgação)

Após intensas investigações, foi presa nesta sexta-feira, 23, uma mulher suspeita de comandar a execução de duas adolescentes em Timon-MA. A polícia informou que a morte das vítimas foi comandada por E.L.S.S., a “disciplina” do quadro feminino de uma facção criminosa. As garotas, apesar de não serem faccionadas, se relacionavam com integrantes de outras facções.

As vítimas, identificadas como Maria Eduarda de Sousa Lira e Joyce Ellen dos Santos, 15 e 17 anos, respectivamente, foram encontradas enterradas em uma cova rasa.

No dia anterior, as adolescentes foram mortas a golpes de foice, facão, pá e pedaços de madeira, mas antes foram torturadas, e tiveram que cavar as covas onde foram enterradas. A polícia suspeita que uma delas ainda estava viva quando foi enterrada.

As vítimas eram naturais de Teresina/PI, e foram atraídas para Timon, onde foram “julgadas e sentenciadas”, sob o comando da “disciplina” da facção.

Após o crime, a investigada fugiu do estado, e seu paradeiro foi descoberto na cidade de Canoas/RS. A Divisão de Inteligência daquela delegacia passou a efetuar levantamentos, e, na manhã desta sexta-feira, 23 localizou E.L.S.S., numa casa na cidade de Carlos Barbosa/RS. Antes, ela chegou a se refugiar em Belém do Pará, de acordo com investigação do Departamento de Combate ao Crime Tecnológico-DCCT da SEIC/MA.

A suspeita deverá ser recambiada para o Maranhão nos próximos dias, onde ficará presa à disposição da Justiça.

A operação se deu em um trabalho integrado entre as policias do Maranhão, Pará e Rio Grande do Sul. O fato segue investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa de Timon-MA

Carregando