Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Dr. Gutemberg pede inclusão de pessoas com comorbidades no Plano de Vacinação contra a Covid-19

Parlamentar enviou requerimento ao prefeito Eduardo Braide para a inclusão imediata de pessoas com hipertensão, diabetes e outros.

Dr. Gutemberg pede inclusão de pessoas com comorbidades no Plano de Vacinação contra a Covid-19 (Foto: Paulo Caruá)

A primeira morte registrada no Brasil por Covid-19 foi a de um homem de 62 anos com hipertensão e diabetes, no Estado de São Paulo. Foi por esse e outros motivos que o vice-presidente da Câmara Municipal de São Luís, o médico e vereador Dr. Gutemberg (PSC), enviou requerimento ao prefeito Eduardo Braide e ao secretário, titular da Semus, Dr. Joel Nunes, para a inclusão imediata de pessoas com comorbidades (hipertensão, diabetes e outros) no Plano Municipal de Vacinação contra a Covid-19.

Com base em pesquisas internacionais, Dr. Gutemberg justificou que esse pedido se faz necessário. Segundo um artigo publicado no renomado periódico ‘The Lancet’, dos 173 pacientes em análise, que foram acometidos de maneira severa pela Covid-19, 23% tinham pressão alta e 16%, diabetes.

“O cardiopata pode ter um endurecimento das artérias e outras alterações que comprometem o fluxo sanguíneo para o pulmão. Além dos hipertensos, entram na lista de atenção redobrada de riscos de complicações com a Covid : os diabéticos, pessoas obesas, pessoas que já tiveram infarto ou derrame, insuficiência cardíaca ou outros males no peito”, analisou Dr. Gutemberg.

Médico e vereador atuante, Dr. Gutemberg destacou também que neste dia 26 de abril foi lembrado o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial.

Segundo o Ministério da Saúde, a hipertensão é uma doença que atinge quase 25% da população brasileira. A hipertensão é marcada quando a pressão arterial está acima do chamado  “12 por 8”. Os sintomas são: dor de cabeça, dor na nuca, tonturas, enjôos e falta de ar.

“Os cuidados com a pressão devem fazer parte da nossa rotina: evitar o consumo exagerado de sal, boa alimentação, atividade física regular e (ou) remédios de controle, quando indicado pelo médico. E em tempos de coronavírus, a precaução deve ser redobrada”, afirmou Dr. Gutemberg.

Em São Luís, Dr. Gutemberg é autor da Lei nº 4.633/2006 – que estabelece critérios para entrega domiciliar de medicamentos às pessoas portadoras de hipertensão arterial, com dificuldades de locomoção, diabetes, tuberculose, aids e outras.

Carregando