Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

‘Salvem os nossos Blocos Tradicionais! Manifestação única no país e um dos principais pilares da cultura maranhense’, exalta Dr. Gutemberg

Defensor da cultura maranhense, o parlamentar criou a lei que celebra o Dia Municipal dos Blocos Tradicionais

Dr. Gutemberg criou a lei que celebra o Dia Municipal dos Blocos Tradicionais (Foto: Divulgação)

No dia 8 de maio é celebrado o Dia Municipal dos Blocos Tradicionais. A data especial foi criada pela Lei Lei 4.698/2006 de autoria do vereador Dr. Gutemberg Araújo (PSC), vice-presidente da Câmara Municipal de São Luís. Defensor da cultura maranhense, o parlamentar criou essa Lei ainda no seu primeiro mandato na Câmara.

Além da valorização desse segmento cultural maranhense, a data também presta homenagem ao mestre Walmir Moraes Corrêa, um dos grandes nomes do carnaval maranhense e fundador do bloco Os Foliões.

“Hoje com saudades quero prestar minha homenagem a todos que fazem essa manifestação, que é única no país e um dos pilares da cultura maranhense. A pandemia adiou a festa. Mas a data sempre será lembrada de forma muito especial. Renovo minhas preces para que a pandemia termine, e que no próximo ano possamos contar com essa alegria contagiante. Tenho os Blocos Tradicionais no meu coração. Salve também meu saudoso amigo, Walmir Corrêa. Parabéns a todos!”, destacou Dr. Gutemberg.

HISTÓRIA BLOCOS TRADICIONAIS

Com indumentárias coloridas, um figurino próprio e o som dos tambores feito com as mãos espalmadas, a alegria dos Blocos Tradicionais invadem as ruas de São Luís e a passarela do samba, no período carnavalesco.

Segundo os registros, os primeiros blocos surgiram no final da década de 1920. Já na década de 1940, criaram os primeiros concursos. Com o passar dos anos, vieram os desfiles competitivos nas praças João Lisboa e Deodoro.

De acordo com a Associação Maranhense de Blocos Carnavalescos (AMBC) e a Academia Maranhense de Blocos Tradicionais, existem mais de 40 blocos na capital. Os Blocos Tradicionais do Maranhão estão em processo de reconhecimento como Patrimônio Cultural e Imaterial do Brasil.

Carregando