Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Adolescente egressa da Funac é aprovada para o curso de Direito

A jovem teve a oportunidade de construir um novo projeto de vida.

Adolescente agradece equipe da Funac pela aprovação (Foto: Divulgação)

A educação tem o poder de transformar a vida das pessoas e não poderia ter sido diferente com a adolescente *P.R., que cumpriu medida socioeducativa de internação no Centro Socioeducativo Florescer da Fundação da Criança e do Adolescente (Funac). Durante o período, ela teve a oportunidade de construir um novo projeto de vida, com as contribuições e incentivo das ações desenvolvidas na na área educacional para que continuasse a lutar pelo sonho de ingressar no curso de Direito.

A adolescente P.R. realizou o ENEM pela primeira vez e conseguiu uma bolsa de estudo para o tão sonhado curso. Ela ressalta o quanto o trabalho desenvolvido no Centro foi fundamental para conquistar o seu objetivo. “Agradeço a toda equipe pelo excelente trabalho que desenvolvem e que faz com que as adolescentes acreditem que construir uma nova história é possível”, declarou.

De igual modo, neste ano, 29 adolescentes que cumprem medidas socioedutivas nas Unidades da Funac localizadas nos munícipios de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Imperatriz tiveram a oportunidade de participar do Exame Nacional de Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade (ENEM/PPL). “A Funac aposta na transformação pela educação”, frisou a presidente da Fundação, Sorimar Saboia.

Para a presidente, os bons resultados refletem o trabalho das ações sociopedagógicas realizadas no sistema socioeducativo mesmo no período em que as aulas foram suspensas por conta da pandemia do coronavírus. “As equipes trabalharam muito com todos (os) as socioeducandos (as) e os projetos de leitura são estímulos para que criem hábitos da leitura. Quando chegamos nos Centros Socioeducativos é gratificante encontrar os adolescentes lendo, durante o período que estão nos alojamentos. A Escolarização tem avançado e isso tem contribuído para a construção do novo Projeto de Vida deles”, afirmou.

A diretora do Centro, Miriam Machado, comemora a aprovação da socioeducanda e diz que o fazer socioeducativo é cheio de desafios que envolvem toda a equipe de gestão e dos multiprofissionais responsáveis pela rotina sociopedagógica. “São essas notícias que nos deixam felizes e motivados com o trabalho realizado na socioeducação. É preciso acreditar no processo de mudança da adolescente e que ela é capaz de ressignificar o ato infracional e fazer um novo caminhar com novas perspectivas. Oportunizar o acesso ao ENEM PPL às socioeducandas foi algo novo na unidade e determinante para a inclusão e mudança por meio da educação. Todas as adolescentes são capazes de transformar sua realidade, tornando-se protagonistas da sua própria história. Toda a equipe deseja sucesso na trajetória acadêmica da adolescente que agora iniciará um novo momento em sua vida”, comentou.

Carregando