Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Articulação com apoio do Coletivo Nós garante convocação de 70 professores concursados em São Luís

Profissionais da educação que realizaram concurso público em 2016 e aguardavam serem chamados.

Reunião do Coletivo Nós com a comissão dos concursados (Foto: Divulgação)

Após anos de reivindicação da categoria dos professores e muita luta, a Prefeitura de São Luís anunciou a convocação de 70 profissionais da educação que realizaram concurso público em 2016 e aguardavam serem chamados. A iniciativa foi confirmada em reunião entre o Sindeducação, Coletivo Nós e concursados, com o secretário adjunto de Administração e Finanças da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Maurício Hiluy, na última segunda-feira (17). Segundo o Executivo Municipal, os profissionais começarão a ser chamados nos próximos dias.

Na oportunidade, a Semed informou que os 70 professores atuarão na zona rural (Educação Infantil e 1º ao 5º ano) e na Educação Especial (Intérprete de Libras, Braile e Atendimento Educacional Especializado). Para tanto, a Câmara de Vereadores de São Luís, por meio do Coletivo Nós, articulou a mesa de debates e abraçou o processo encabeçado pelo Sindeducação e concursados, que vem tentando a convocação desde 2016.

Tal concurso expirará no dia 31 deste mês, por isso a demanda se tornou ainda mais urgente para que os aprovados não perdessem seus direitos.

O co-vereador do Coletivo Nós, Jhonatan Soares, reforçou junto ao secretário adjunto da Semed que a Prefeitura de São Luís necessita abrir o diálogo com o Sindeducação, reforçando que a gestão municipal precisa iniciar as tratativas da Mesa de Negociação Permanente de 2021, lembrando que os professores do Magistério há quatro anos estão sem reajuste salarial.

“A educação vem sendo sucateada há 12 anos, temos problemas de diversas ordens – infraestruturais nas escolas, de cargos e carreiras dos profissionais, entre tantos outros. A educação pública sempre será uma bandeira que levantaremos e hoje estamos celebrando esta conquista da categoria. Nós usamos a tribuna da Câmara para cobrar e garantir que todos tenham seus direitos assegurados”, declarou.

“É uma ótima notícia para esses profissionais que tanto aguardavam para serem chamados. Essa convocação é fruto de uma articulação muito grande do Sindeducação com a categoria, foi uma mobilização responsável, coerente, e, acima de tudo, comprometida com a educação pública municipal e ela vai continuar até a convocação dos Intérpretes de Libras. Parabenizo a todos os envolvidos, temos certeza que todos os profissionais contribuirão para promover as mudanças que a educação do nosso município tanto necessita”, declarou a presidente do Sindeducação, Sheila Bordalo.

Também durante a reunião, Patrícia Caldas, chefe da Assessoria Técnica Pedagógica da Semed, destacou que esta é uma conquista importante para a rede que receberá profissionais com muito engajamento e preocupados com a educação pública municipal. Ela explicou aos presentes que a Prefeitura de São Luís só pode confirmar a convocação dos profissionais na próxima segunda-feira, 24, após realizar uma análise de impacto financeiro orçamentário para o município, deixando de fora mais de 60 aprovados no mesmo concurso.

Já a diretoria do Sindeducação solicitou que a Secretaria ainda faça a convocação de mais sete concursados para as vagas de intérpretes de Libras e lamentou que somente nove profissionais foram chamados para atuarem na Educação Infantil da zona rural, sendo que a carência de profissionais para esta região é muito maior.

CONQUISTAS

Anteriormente, o Coletivo também acompanhou o Sindeducação e Comissão dos Concursados na articulação junto à Semed para a posse de 23 professores, que haviam sido nomeados desde o ano passado, mas não tinham sido empossados. Em seguida, continuou cobrando do poder público respostas e prazos para os professores que aguardavam serem convocados.

Dentre as reivindicações da categoria, eles pediam que a Prefeitura cumprisse a liminar que determinava que não houvesse novos seletivos sentenciados e a obrigação de convocar os aprovados. Um desses empossados foi o professor Leonardo Viana, que agradeceu e celebrou sua conquista.

“Depois de muita luta e muita espera finalmente consegui minha tão sonhada nomeação. Agora oficialmente funcionário público municipal. Agradeço ao Sindicato e ao Coletivo Nós que cobrou uma resposta do prefeito para a convocação desses profissionais, esperamos mais de quatro anos pela posse e alguns, ainda não chamados, temem que o prazo do concurso público expire no final do mês de maio”, disse.

Carregando