Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Sampaio vence o Moto mais uma vez e conquista o bicampeonato maranhense

Tricolor venceu o rival por 3×1 e conquistou o 35º título estadual se sua história.

Equipe Tricolor fez a festa no Estádio Castelão (Foto: Andriolli Araújo)

Na manhã deste domingo, o Sampaio Corrêa venceu o rival Moto Club, mais uma vez, pelo placar de 3×1, e conquistou o bicampeonato maranhense. O 35º título da sua história.

O Sampaio Corrêa já entrou em campo campeão. O empate bastava, mas a Bolívia não se acomodou com o regulamento, mesmo após o início mais agudo do Moto.

Com a bola nos pés, o Tricolor tomou conta do jogo paulatinamente, e Ferreira acertou um chute forte de fora da área. O goleiro pulou, mas a bola morreu no fundo da rede.

O rival viu o prejuízo aumentar e precisava de dois gols para levar a decisão para os pênaltis. No entanto, o Sampaio não oferecia chances e seguia pressionando o adversário. Ciel foi lançado e o goleiro motense derrubou o atacante Tricolor dentro da área.

O próprio Ciel partiu para cobrar e bateu com força, no alto, sem chances. 2×0 no Castelão.

Mesmo com a grande vantagem, o Sampaio não arrefeceu o ímpeto. Seguia com o controle da situação, sem ser molestado, e podia ter aumentado o placar em outras oportunidades, mas seguiu para o vestiário apenas com os dois gols marcados por Ferreira e Ciel.

Faltavam 45 minutos para confirmar o bicampeonato e levar o 35º troféu do Campeonato Maranhense para o CT José Carlos Macieira. No entanto, o Tricolor continuava ignorando o regulamento e partiu para definir a partida de uma vez.

O adversário até tentou resistir, conseguiu uma sequência de escanteios, mas sem efeito positivo. Por outro lado, o Sampaio quando chegava ao ataque já levava perigo, e Pimentinha desmontou a defesa motense para fazer o terceiro gol.

Em completa desvantagem, o Moto Club ainda descontou, mas era tarde demais, e o título já estava encaminhado. Sampaio campeão. Bicampeão estadual. 35 vezes.

Ficha dos campeões

Mota, Sávio, Joécio, Victor Oliveira e Erick Daltro; André Luiz (Wesley Smith), Ferreira e Alex Teixeira (Eloir); Jajá (Rodrigo Andrade), Pimentinha (Dudu) e Ciel (Jefinho)

Carregando