Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Governo do Maranhão monitora 38 indianos hospedados em hotel de São Luís

Tripulação estrangeira, hóspedes e funcionários foram submetidos a testes RT-PCR.

Foto: Reprodução

Uma tripulação composta por 38 indianos está hospedada em um hotel da capital, conforme anunciou o Governo do Maranhão, após ser comunidado sobre o fato pela Prefeitura de São Luís.

De acordo com o Governo Federal, a tripulação cumpriu os requisitos do protocolo para entrada em solo nacional, dentre os quais exame negativo de RT-PCR para Covid-19. No entanto, a gestão estadual enviou uma equipe para realizar nova testagem nos tripulantes, funcionários e hóspedes do referido hotel.

Os testes foram enviados para o Laboratório Central de Saúde Pública do Maranhão (LACEN/MA), para posterior envio ao Instituto Evandro Chagas, de acordo com o governo.

Um decreto será editado pelo governador Flávio Dino com uma camada adicional de fiscalização, em complementação ao trabalho do Governo Federal. Com isso, todos os navios, portos e hotéis passam a ser obrigados a notificar à Vigilância Sanitária Estadual os casos de embarque, desembarque e hospedagem de tripulantes estrangeiros que podem, eventualmente, implicar na proliferação de novas variantes do coronavírus.

Confira a nota do governo estadual na íntegra:

O Governo do Maranhão vem informar que:

1. Compete à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), órgão do Governo Federal, o controle e a autorização de embarque e desembarque no país, como determina o seu protocolo de maio de 2020;

2. Na tarde desta terça-feira (25), o Governo do Estado recebeu comunicação oficial da Prefeitura de São Luís informando a presença de uma tripulação composta por 38 indianos hospedados em hotel na capital que, segundo o Governo Federal, cumpriram os requisitos do protocolo para entrada em solo nacional, dentre os quais exame negativo de RT-PCR para Covid-19;

3. Tão logo informado pela prefeitura, o Governo do Maranhão enviou equipe que realizou testes do tipo RT-PCR nos tripulantes, funcionários e hóspedes do referido hotel;

4. A equipe da Vigilância Estadual encaminhou os testes para o Laboratório Central de Saúde Pública do Maranhão (LACEN/MA), para posterior envio ao Instituto Evandro Chagas;

5. Em face deste fato, mesmo respeitando que no caso de portos e aeroportos a fiscalização é federal, o governador do Estado está editando Decreto com uma camada adicional de fiscalização, em complementação ao trabalho do Governo Federal. Com isso, todos os navios, portos e hotéis passam a ser obrigados a notificar à Vigilância Sanitária Estadual os casos de embarque, desembarque e hospedagem de tripulantes estrangeiros que podem, eventualmente, implicar na proliferação de novas variantes do coronavírus.

Carregando