Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Operações combatem organização criminosa em Caxias, Timon e Teresina

As investigações, iniciadas há cerca de um ano, mostraram que a organização criminosa tem um sistema de lavagem de dinheiro sofisticado

Foto: Reprodução

Duas operações policiais foram deflagradas na manhã desta quinta-feira (10) no Maranhão, nas cidades de Caxias, Timon e na capital do Piauí, Teresina.

As operações da Polícia Federal (PF) e do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), do Ministério Público do Maranhão têm como objetivo desarticular uma facção com atuação interestadual responsável por tráfico de armas, drogas, crimes violentos e lavagem de dinheiro.

As investigações, iniciadas há cerca de um ano, mostraram que a organização criminosa tem um sistema de lavagem de dinheiro sofisticado, com a utilização de empresas para o escoamento dos valores resultantes de negócios com drogas ilícitas, armas de fogos, veículos e peças de automóveis, além de outras atividades.

Por meio de alguns investigados e de pessoas ligadas a eles, o dinheiro era aplicado em agências de veículos, arenas esportivas e aquisição de imóveis, além de outros segmentos empresariais. Essa manobra financeira tinha a clara intenção de dificultar o rastreamento dos valores.

Os investigados teriam tarefas bem definidas dentro do grupo criminoso, alguns com a incumbência de serem o braço armado do grupo, realizando cobranças de dívidas, outros por realizarem a venda de drogas e armas e alguns por serem operadores financeiros para lavagem de dinheiro.

A Justiça do Maranhão determinou, a pedido do MPMA, o sequestro de bens móveis e imóveis avaliados em aproximadamente R$8 milhões, além de bloqueio de ativos financeiros diversos. Ainda conforme as investigações foi possível detectar movimentações de ativos dos investigados que chegaram próximo aos R$90 milhões.

Por parte da PF, a Justiça autorizou 24 mandados de busca e apreensão, 14 mandados de prisão temporária, além de constrição patrimonial.

Carregando