Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Junho Vermelho reforça ações para captar doadores de sangue

Levantamento realizado pelo Hemomar apontou houve redução de 10,5% no número de doações no Hemocentro de São Luís.

Hemomar comemora Dia Mundial do Doador de Sangue nesta segunda (Foto: Divulgação)

Criada com o objetivo de alertar para a importância da doação de sangue, a campanha Junho Vermelho reforça as ações anuais que buscam captar doadores para os bancos de sangue e aumentar o volume de doações. O mês foi escolhido também porque abriga o Dia Mundial do Doador de Sangue, comemorado no dia 14 de junho. A data, criada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), será marcada em São Luís por uma ação especial realizada pelo Centro de Hematologia e Hemoterapia (Hemomar), na Jordoa.

“No mês de junho é comum que os bancos de sangue fiquem desfalcados, já que é a temporada de doenças respiratórias. A campanha é uma forma de reforçar o estoque, considerando que julho é o mês de férias escolares e é comum também haver uma queda nas doações. O fato é que as doações têm caído a cada ano, em especial no último por conta da pandemia, contudo a necessidade não diminui”, explica a diretora geral do Hemomar, Clícia Galvão.

Este ano, a campanha no Maranhão tem como slogan “Doação é como seu coração, não pode parar”, que além de incentivar a doação, chama atenção para a necessidade de fazê-lo de forma recorrente durante todo o ano. Por isso, na segunda-feira (14), Dia Mundial do Doador de Sangue, o Hemomar convidou os doadores que mais doações têm registradas na instituição, para receber uma homenagem.

“Muitas pessoas doam pela primeira vez para ajudar algum conhecido ou parente que precisa de sangue. Um ato de amor, sem dúvida. O desafio é fazer com que ele retorne para doar de forma voluntária, para ajudar o banco de sangue e pessoas desconhecidas”, comenta Clícia Galvão.

O tradicional lanche servido após as doações ganhará um toque gourmet. Pela manhã, o cardápio conta com a contribuição do chef  Warwick Trinta, formado em gastronomia e com passagem por restaurantes renomados do país. Pela tarde, o lanche terá a contribuição da Karolícias, lanchonete reconhecida em São Luís pelos lanches saborosos e pelo empreendedorismo no ramo.

Dados

Um levantamento realizado pelo Hemomar apontou que comparando 2020 com 2019, houve uma redução de 10,5% no número de doações de sangue no Hemocentro de São Luís. Ano passado, foram registradas 50.656 doações, enquanto no ano anterior, foram 56.579.

Quando a comparação é da hemorrede, formada pelo hemocentro de São Luís e hemonúcleos de Santa Inês, Caxias, Balsas, Pedreiras, Codó, Imperatriz e Pinheiro, a queda das doações é de 18,5%, com 107.169 doações, em 2019, e 87.354, em 2020.

Comparando o primeiro trimestre de 2021 com o mesmo período de 2019 (pré-pandemia), houve redução de 2,3% de doações no hemocentro, com respectivamente 12.392 e 12.673 doações feitas. Na hemorrede, a queda foi de 14,8%, com 25.426 (2019) e 21.682 (2021).

Carregando