Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Conheça 5 comportamentos que aceleram o envelhecimento da pele

Entre os hábitos estão tabagismo e até a exposição do celular.

A passagem do tempo é a principal causadora das mudanças na pele, incluindo rugas e linhas de expressão. Porém, é errado enxergá-la como a única responsável pelo envelhecimento.

Foto: Pixabay

Existem vários hábitos que podem acelerar esse processo e, por isso, merecem ser evitados. Confira na matéria!

1 – Não usar protetor solar diariamente

Embora seja importante para a saúde e o bem-estar, o sol não deve ser tomado durante muito tempo e sem proteção. Isso porque a radiação que ele emite pode causar fotoenvelhecimento, queimaduras e até câncer de pele.

Desse modo, as pessoas que se expõem ao sol mais costumam ter a pele mais espessa, áspera, manchada e com maior número de rugas. O ideal, portanto, é usar filtro solar todos os dias, mesmo quando está nublado ou frio, pelo menos nas áreas mais expostas que são o rosto e o pescoço. Aliás, existem vários produtos específicos para essa parte do corpo, como pode ser visto nesta lista de protetores solar faciais.

2 – Fumar

O tabagismo possui várias toxinas, incluindo a nicotina, que aumentam a produção de radicais livres, acelerando o processo de envelhecimento. Entre os sinais que ele deixa em quem fuma estão: a perda do colágeno, proteína responsável pela firmeza da pele; manchas; poros mais dilatados e acnes.

A solução é buscar tratamento para combater o vício. Para quem já sofre os efeitos causados pelo cigarro, é possível investir em produtos com ácido hialurônico, partículas iluminadoras, entre outros. Eles não revertem por completo, mas podem ajudar bastante a melhorar o aspecto da pele de quem fumou por muitos anos.

3 – Mexer demais no celular

Os celulares emitem a chamada “luz azul” que, segundo informações presentes neste catálogo da Avon, podem causar hiperpigmentação e acelerar o envelhecimento do rosto — área mais em contato com a iluminação. Apesar de ser importante diminuir o uso do aparelho, muitas vezes, isso não é viável, já que ele se tornou aliado do dia a dia e até do trabalho.

Porém, há produtos que ajudam a proteger a pele, sendo um deles o Protetor Solar Facial Renew Advance da Avon. Além de ter proteção contra os raios solares, ele ajuda a preservar a pele dos efeitos do envelhecimento e do desgaste gerados pela alta exposição aos aparelhos eletrônicos.

Foto: Pixabay

4 – Alimentar-se mal

O ditado que diz que a beleza vem de dentro tem tudo a ver com a alimentação. Quem consome muitos produtos gordurosos e doces não fornece os nutrientes necessários para o organismo. Sem contar que esses alimentos costumam gerar um efeito inflamatório que, no longo prazo, reflete na aparência da pele.

O ideal é evitar o consumo destes alimentos que fazem mal à pele. No lugar de biscoitos, frituras e industrializados, existem muitos outros itens que merecem fazer parte da dieta, pois são ricos em vitaminas e minerais, como verduras, vegetais, frutas, grãos, etc.

5 – Não limpar a pele adequadamente

Um dos grandes vilões da pele é a poluição, presente na maior parte das cidades nos dias de hoje. Mas, como não é possível escapar por completo das substâncias nocivas — fuligem e monóxido de carbono, por exemplo — é necessário manter a rotina de higiene.

Além de água e sabão, é importante o uso de um produto que proporcione uma limpeza mais profunda. Isso evitará a abertura dos poros, surgimento de acnes e manchas.

Como visto, apesar de não ser possível parar o tempo, as pessoas podem adotar novos hábitos e comportamentos para evitar o envelhecimento precoce da pele. Entre as medidas estão o uso de protetor solar e a manutenção de uma dieta balanceada.

Carregando