Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Polícia investiga aplicação do “golpe das novinhas”

O foco seriam homens de 20 a 70 anos de idade, que após contato com uma suposta adolescente sofrem ameaças.

Foto: Reprodução

Polícia Civil do Piauí, através do 13º Distrito Policial, na zona Sul de Teresina, está investigando mais um golpe na capital: o “golpe das novinhas“. Uma pessoa se passa por uma menor de idade nas redes sociais para estorquir dinheiro das vítimas.

Segundo o delegado Odilo Sena, o foco seriam homens de 20 a 70 anos de idade que, após contato com uma suposta adolescente, sofrem ameaça por envolvimento com uma menor de idade – o que é crime. O valor cobrado pelos golpistas varia de R$ 5 mil a R$ 20 mil.

“É uma pessoa que se finge ser adolescente e a conversa evolui, sai do instagram ou Facebook, e passa para o WhatsAapp, onde há troca de mensagens picantes. A vítima, o homem, entende que está conversando com uma menina menor de 18 anos de idade. A conversa é interrompida e dias depois aparece a figura de um falso delegado de Polícia que, após determinada pressão psicológica, oferece uma alternativa para que não haja uma investigação. Essa alternativa é entregar alguma quantia em dinheiro para que não seja processado”, explica.

Segundo Odilo Sena, várias pessoas já caíram no golpe, inclusive policiais civis. Em sua rede social, o delegado alertou a população para a prática:

“Homens, cuidado.

Há um golpe em circulação, incluindo aqui em Teresina, que têm como principais vítimas HOMENS.

Isso mesmo… a masculinidade é a arma dos criminosos que usando de subterfúgios sexuais/sensuais, levam homens a uma situação de uma falsa situação de crime.

A partir daí, o homem vira vítima e fica nas mãos de criminosos que o extorquem no sentido de este transferir valores para as contas bancárias dos larápios.

Não caiam nesse engodo. Marquem amigos, curtam, compartilhem e nos sigam para que mais e mais pessoas não caiam nessa fraude.

Abraços em todos e até o próximo vídeo”.

Del. Odilo Sena

Carregando