Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Ponte sobre o Rio Balsas visa melhorar acesso para as comunidades na região sul do Maranhão

Obra vai facilitar, também, escoamento da produção da agricultura familiar, que poderá ser feita com mais rapidez.

Ponte terá 195 metros de extensão (Foto: Divulgação)

A ponte sobre o Rio Balsas, no município de São Felix de Balsas, toma forma, e a obra segue avançada no local, segundo o Governo do Maranhão, que executada os serviços por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra). A estrutura, conforme a gestão estadual “vai melhorar significativamente o acesso para as comunidades na região sul do estado, realizando um sonho de décadas dos moradores”.

São 195 metros de extensão, 10 metros de largura e um investimento de R$ 20 milhões. Nesse momento, estão sendo executadas atividades de teste da autobetoneira, armações e formas, bem como a dosagem do concreto para a execução da mesoestrutura, que corresponde aos pilares e viga de apoio.

O secretário de Estado da Sinfra, Clayton Noleto, destacou que esse investimento é sinônimo de economia aquecida, com geração de emprego e renda. Impacto importante, principalmente em um cenário de crise econômica nacional.

“É realmente um projeto consistente, um trabalho sério, que dará um grande resultado para melhorar a qualidade de vida das pessoas, mesmo na fase de construção, com geração de emprego e renda. É assim que combatemos a crise nacional no Maranhão: com trabalho”, disse.

A construção da ponte facilita o acesso de São Felix a outros municípios próximos, como Balsas, Sambaíba, Loreto e Benedito Leite.

Boa parte dessas cidades são de maior porte e, por isso, os moradores terão melhores condições de acesso ao trabalho e a bens e serviços, já que a ponte é a única forma de acesso por terra.

Vai significar, ainda, uma renda a mais no fim do mês, já que quem precisa se deslocar diariamente para outras cidades não precisará mais pagar pela travessia, que, até então, só é possível pela balsa.

Outro impacto é o escoamento da produção da agricultura familiar, que poderá ser feita com mais rapidez e segurança.

Carregando