Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Suspeito de torturar e decapitar mulher em 2016 é preso no interior do Maranhão

O corpo da vítima, sem a cabeça, foi encontrado por moradores na Avenida do Aeroporto, no bairro Mocó, em Coroatá.

Mulher foi encontrada decapitada e sua cabeça nunca foi encontrada (Foto: Divulgação)

Um homem identificado como Osmir Ferreira, de 30 anos, foi preso pela Polícia Civil, suspeito de participação direta na morte de Francileude Gomes dos Santos, de 33 anos. Avítima foi torturada e decapitada no dia 16 novembro de 2016, na cidade de Coroatá, a 251 km de São Luís.

Osmir foi presono município de Vargem Grande, a 177 km de São Luís. Ele estava foragido desde o dia do homicídio.

Segundo as investigações, o preso e um outro homem, identificado apenas como “Sola”, torturaram e decapitaram Francileude Santos.

O corpo da mulher, sem a cabeça, foi encontrado por moradores na Avenida do Aeroporto, no bairro Mocó, em Coroatá. De acordo com a polícia, a cabeça da vítima nunca foi encontrada.

O preso foi apresentado na sede da Delegacia de Vargem Grande para os procedimentos de praxe. Em seguida, ele encaminhado à Unidade Prisional de Ressocialização de Coroatá (UPR), onde ficará à disposição da Justiça.

Vingança

Francileude foi casada com o traficante conhecido com “Júnior Banana” e, assim como o ex-marido, acumulava vários desafetos.

A polícia acredita que o crime tenha sido motivado por vingança. Júnior Banana morreu em setembro de 2016, depois de trocar tiros com a polícia durante uma busca no bairro Vila Cilene.

Carregando