Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Polícia Civil prende padrasto por estupro de enteada em Mirinzal

Abusos sexuais contra a vítima aconteceram por quase dez anos.

Foto: Ilustração

A Polícia Civil prendeu, em cumprimento a mandado de prisão preventiva, um indivíduo suspeito de estuprar por quase dez anos a própria enteada. O caso ocorreu na cidade de Mirinzal, na Baixada Maranhense.

De acordo com o delegado da cidade, Eder Viegas, a vítima, hoje com 16 anos, era estuprada desde os 7. O padrasto ameaçava constantemente a enteada, para garantir que ela permanecesse em silêncio, segundo a polícia.

Foi a adolescente, acompanhada da mãe, quem denunciou o caso à polícia. Antes de ir até à delegacia, conforme o delegado, a vítima fugiu de casa e relatou o crime para uma tia, que avisou a mãe sobre os abusos.

O homem, que não teve o nome divulgado, depois dos procedimentos de praxe, foi encaminhado à unidade prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

Carregando