Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Preso policial militar suspeito de assassinar namorada em Coroatá

Em depoimento, o cabo disse que a companheira morreu durante uma tentativa de assalto ao imóvel do casal.

Foto: Reprodução

Foi preso, no início da tarde desta sexta-feira (9), na cidade de Timon, em cumprimento a mandado de prisão preventiva, o cabo da Polícia Militar Gilgleidson Pereira Melo, principal suspeito de assassinar a namorada Ana Carolina da Silva Carvalho. O caso ocorreu na madrugada de segunda-feira (5), no bairro Mocó, na cidade de Coroatá, dentro da casa na qual o casal morava.

Em depoimento prestado na delegacia Regional de Codó, no dia do crime, o militar disse que a companheira morreu durante uma tentativa de assalto no imóvel. Ao chegar ao local, ele garantiu ter visto dois vultos e que foi recebido com disparos de arma de fogo, tendo revidado aos tiros. A vítima estaria dentro da casa e um dos tiros teria transfixado pela janela e a atingido na região do tórax.

A versão do policial foi contestada por familiares da vítima, que relataram sobre agressões dele contra a jovem.

Conforme a delegada Wanda Moura, titular do Departamento de Feminicídio e que está à frente das investigações do caso, trata-se de um feminicídio e todas as informações apresentadas pelo cabo foram refutadas.

“O principal suspeito é o policial militar. Inclusive, se houve alteração na cena do crime e se deixou de ser feita qualquer diligência que deveria ter sido feita, os envolvidos serão responsabilizados”, destacou a delegada.

Um helicóptero do Centro Tático Aéreo foi encaminhado à Timon para transportar o suspeito para o Quartel do Comando Geral da Polícia Militar do Maranhão, no bairro do Calhau. O cabo Gilgleidson Pereira também deverá ser ouvido na Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP).

Carregando