Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Gesseiro é assassinado a tiros na porta de uma residência em Timon

A vítima estava no local visitando parentes quando foi surpreendido por um homem, que efetuou diversos disparos.

Gesseiro foi assassinado a tiros na porta de uma residência em Timon (Foto: Divulgação)

Um homem identificado como Jonatas Micael Gonçalves Brito, de 23 anos, foi assassinado na tarde dessa sexta-feira (09), com diversos disparos de arma de fogo na porta de uma residência localizada no bairro Parque Piauí II, na cidade de Timon, no Maranhão.

O delegado César Veloso, da Polícia Civil de Timon, informou que os primeiros levantamentos apontam que a vítima estava no local visitando parentes quando foi surpreendida por um homem, que efetuou diversos disparos de arma de fogo contra o jovem. No local foram encontrados 9 capsulas de arma de fogo e mais 4 fragmentos. A reportagem apurou que a vítima trabalhava como gesseiro na cidade.

“Nós apuramos que a vítima estava chegando na casa para visitar parentes quando foi surpreendida com a ação de uma pessoa que efetuou vários disparos com uma arma, do tipo pistola. A princípio seria uma pessoa, que teria o apoio de outra suspeito em uma motocicleta. Já temos esquipes na região procurando câmeras de segurança. A princípio 9 estojos foram recolhidos mais 4 fragmentos. Vamos esperar os exames no corpo porque parece que tem mais fragmentos”, explicou.

Ainda segundo o delegado, a vítima não tem nenhuma passagem pela polícia. As investigações estão sendo feitas para identificar as possíveis causas da morte do jovem.  “A princípio a ficha criminal da vítima não consta nenhuma ocorrência, nenhuma passagem. Estamos levantando as motivações; se foi um acerto de conta, algo relacionado a algo passional ou desavença do passado”, finaliza o delegado.

Segundo o perito Amerson,  do Instituto de Criminalística do Maranhão (ICRIM), Jonatas Micael ainda tentou fugir, mas devido à quantidade de disparos ele caiu no local e foi a óbito. “Ele foi surpreendido, não esperava. Lá no IML é que vamos fazer a necrópsia do corpo para ver minuciosamente todas as lesões encontrada no corpo pelos projéteis de arma de fogo”, destaca.

Policiais do 11° Batalhão de Polícia Militar (BPM) do município deram apoio na ocorrência e isolaram a área do crime para o trabalho da perícia. A Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) de Timon investigará o crime. O Instituto Médico Legal (IML) removeu o corpo após o trabalho pericial.

Carregando