Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Dom Gilberto Pastana assume a Arquidiocese de São Luís

A missa de acolhida ocorreu nesse domingo, 18, e contou com a presença de autoridades como o prefeito Eduardo Braide e o governador Flávio Dino

Dom Gilberto Pastana de Oliveira, novo arcebispo de São Luís. (Foto: Divulgação)

Ocorreu nesse domingo, 18, a Missa de Acolhida do novo arcebispo da Arquidiocese de São Luís, dom Gilberto Pastana. O rito da posse ocorreu na Catedral da Sé (Centro), por volta das 16h30. Na sequência, o novo arcebispo seguiu para o Parque São João Paulo II (no Aterro do Bacanga), local onde ocorreu a celebração com a presença de bispos e representantes do clero do Maranhão, Ceará e Pará, familiares de dom Gilberto, autoridades, e membros de paróquias e comunidades.

“É uma alegria muito grande voltar ao Maranhão e à Arquidiocese de São Luís”, celebra dom Gilberto Pastana. Entre os anos de 2005 a 2016, foi bispo da Diocese de Imperatriz e nos últimos anos esteve à frente da Diocese de Crato (CE). Ao ser perguntado sobre o sentimento nesse momento, respondeu que “há uma alegria, por todo o acolhimento que estão fazendo para com a minha pessoa e, ao mesmo tempo, um sentimento de compromisso com a missão e com o mandato que Jesus nos dá”, revela dom Gilberto Pastana.

A Missa de Acolhida é histórica: a posse de um novo arcebispo se configura como um grande momento na Arquidiocese, por isso mobiliza tantos setores da Igreja. O antecessor de dom Gilberto, dom José Belisário foi o sétimo arcebispo e teve uma jornada de mais de 15 anos na missão do Senhor. Agora arcebispo emérito de São Luís revela o sentimento nesta jornada daqui em diante: “Há uma certa tristeza porque tenho que terminar e me ausentar, mas sou muito grato a Deus, às pessoas e feliz com a nomeação de dom Gilberto Pastana”, afirma dom Belisário.

Além disso, a celebração também contou com a presença de autoridades como o prefeito Eduardo Braide e o governador Flávio Dino. “São Luís recebe de braços abertos dom Gilberto Pastana.”, conta o prefeito. E continua, “nosso sentimento é de que juntos possamos colocar em prática mais do que falar a palavra, viver a palavra de Jesus, e a principal lição que ele nos deixou: amar ao próximo como a nós mesmos”

 

Carregando