Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Aos 33 anos, assessora da Assembleia Legislativa de Goiás morre de complicações da Covid-19

Foram 10 dias intubada em leito de Unidade de Terapia Intensiva.

Thamiris Ungarelli ficou 15 dias internada antes de morrer de Covid-19 em Goiânia, Goiás — Foto: Reprodução/Facebook

A assessora da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) Thamiris Ungarelli Ala morreu aos 33 anos de Covid-19 em um hospital particular de Goiânia, nesse domingo (25). Segundo o secretário estadual de Governo, Ernesto Roller, cunhado de Thamiris, a jovem desenvolveu embolia pulmonar durante o tratamento.

No hospital, ela ficou uma semana na enfermaria e, com o agravamento do quadro, foi para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Já em tratamento especial, a jovem ficou mais 10 dias intubada.

“Ela teve coriza, fraqueza no corpo e febre. Ficou 10 dias em casa, mas precisou ir para o hospital. Depois de uma semana na enfermaria, teve de ir para a UTI. Foram mais 10 dias de intubação, mas não resistiu e faleceu”, contou Roller.

Thamiris Ungarelli não tinha filhos e planejava se casar com o namorado. Ela era irmã de Polyanna Roller, esposa do secretário. O velório da jovem será às 15h e o enterro, às 18h, no Cemitério Jardim das Palmeiras, na capital.

Na Assembleia Legislativa, Thamiris trabalhava como assessora do deputado estadual Bruno Peixoto (MDB) há três anos.

“Não tinha comorbidade. Todo o gabinete está perplexo. Ela era uma pessoa super animada, inteligente e sempre sorridente”, destacou o parlamentar.

A Secretaria Estadual de Governo (Segov) lamentou a morte de Thamiris, por meio de nota: “É com profunda tristeza e pesar que a Secretaria do Governo de Goiás comunica o falecimento de Thamiris Ungarelli, assessora parlamentar na Assembleia Legislativa de Goiás, vítima de complicações da Covid-19”.

Carregando