Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Lições para aprender com os grandes e-commerces

Tendência é que as lojas digitais se tornem cada vez mais populares.

(Foto: Nataliya Vaitkevich em Pexels)

Apesar de as compras on-line serem bastante vantajosas, os e-commerces são os grandes responsáveis pelo boom de vendas digitais. Caso os portais não fossem tão estruturados, os consumidores continuariam preferindo os estabelecimentos físicos, independentemente do momento.

Segundo este levantamento publicado pelo Ecommerce Brasil, em 2020, as compras digitais aumentaram em 41% com relação a 2019. Embora o fator pandemia justifique o aumento da procura por produtos na internet, o que faz as pessoas continuarem as compras são as ações tomadas pelas próprias marcas.

Se você deseja atuar no mercado digital, observe o que grandes empresas já estão fazendo. Veja lições que pode tomar para o seu negócio!

Lembre-se do mobile

Comprar pelo computador parece moderno, né? Mas não para quem vive em 2021. Os celulares dominaram o acesso à internet e não poderia ser diferente com as vendas.

Como os consumidores passam bastante tempo com o smartphone na mão, é normal que prefiram encomendar produtos dessa forma. De acordo com esta pesquisa do Valor Investe, as compras pelo celular aumentaram em 36% durante a pandemia.

Diante dessa nova realidade, é importante ter mais do que um site. Por isso, várias marcas estão investindo em aplicativos próprios, como as Lojas Marisa ou, então, anunciando nos superapps, como Magalu.

A diferença de ter anunciar os produtos em um site e em um aplicativo é que o site pode não funcionar tão bem nos celulares. Já nos apps, facilmente, os consumidores podem visualizar as mercadorias, colocar no carrinho e finalizar o pedido

Aposte no omnichannel

O omnichannel é o conceito que representa a convergência das estratégias on-line e offline. Os consumidores podem, nesse sentido, comprar o produto pelo celular, mas retirar presencialmente na loja.

Outra forma de dar mais opções aos clientes é por meio dos encartes digitais. Neste folheto das Lojas Americanas, por exemplo, é possível consultar promoções dos estabelecimentos físicos e do próprio app. Os consumidores podem ver os preços de brinquedos, eletrônicos, roupas, itens do dia a dia, alimentação e muito mais.

Dessa forma, o público tem mais uma opção e pode escolher qual é a melhor para ele. Por exemplo: um consumidor pode preferir comprar pelo celular, e não enfrentar filas, mas querer que a entrega seja mais rápida e, por isso, o ideal é ir à loja.

Invista nos métodos de pagamento

Sabia que muitas pessoas desistem da compra por não encontrarem o método de pagamento que desejam? Segundo esta pesquisa da plataforma de pagamentos Adyen, cerca de 70% dos brasileiros já desistiram de adquirir um produto por esse motivo.

Nesse sentido, além de diferentes bandeiras de cartão e boleto, é interessante oferecer PayPal, Mercado Seguro e outros gateways, ou seja, aplicações integradas aos e-commerces. Caso os produtos tenham um valor considerável, vale a pena ainda disponibilizar a opção de pagar em mais de um cartão. Afinal, os clientes podem não ter o limite para fazer a compra.

Como visto, as vendas digitais não param de crescer. Além do interesse do público, as novas ações do e-commerce – por exemplo, disponibilizar mais de uma forma de pagamento e focar nas vendas pelo celular -, estão contribuindo para essa mudança de comportamento. O interessante é que outras lojas, mesmo que não sejam tão grandes, podem seguir esses passos para se destacar no mercado digital.

Carregando