Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Neto de criação é preso suspeito por desaparecimento de idoso em Rosário

Lavrador de 67 anos saiu para trabalhar no dia 26 de maio, deste ano, e não voltou mais para casa.

O lavrador Clodomir Cabral está desaparecido desde o mês de maio (Foto: Divulgação)

Foi preso, nessa quarta-feira (4), em cumprimento a um mandado de prisão temporária, um jovem de 24 anos suspeito pelo assassinato do lavrador Clodomir Cabral Sousa, de 67 anos, na cidade de Rosário. O idoso desapareceu do povoado Sítio Velho, desde o dia 26 de maio, deste ano, após sair para trabalhar.

De acordo com informações do delegado Ivônio Ribeiro, titular da Regional de Rosário, o suspeito é neto de criação da vítima e durante as investigações foi apontado por testemunhas como autor de ameaças contra o idoso.

Clodomir Cabral sumiu depois de ter ido até um pasto e umas roças de sua propriedade. Ele não retornou e familiares procuraram a polícia, que chegou a realizar buscas, mas não conseguiu localizá-lo.

“O suspeito passou vários dias longe do povoado e não ajudou nas buscas, mesmo sendo um morador do povoado e parente do seu Clodomir”, destacou Ivônio.

Antes de desaparecer, o idoso, que também é presidente da associação de moradores do povoado, teria recebido R$ 25 mil referente a uma indenização. O valor está bloqueado até o fim das investigações, conforme o delegado.

Além do cumprimento do mandado de prisão contra o suspeito, foi cumprido um mandado de busca e apreensão na residência dele, onde foi localizada uma arma de fogo. Em razão disso, ele também foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo.

Carregando