Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Marcelo Medeiros fica em terceiro lugar no Sertões 2021

A briga pelo pentacampeonato de Marcelo Medeiros nos Quadriciclos no Sertões ficou para 2022

Marcelo Medeiros durante a travessia de rio na oitava e última etapa. (Gustavo Epifanio/Fotop)

A briga pelo pentacampeonato de Marcelo Medeiros nos Quadriciclos no Sertões ficou para 2022. O maranhense da Taguatur Racing Team terminou a 29ª edição da maior competição de rali das Américas na terceira colocação geral da categoria, acumulando um total de 40h05min25seg para os 2.069,9 quilômetros de especiais cronometradas do evento e um total de 3.217,67 quilômetros de roteiro. Na oitava e ultima etapa, realizada este sábado, entre Delmiro Gouveia e Arapiraca, no Estado de Alagoas, piloto da Yamaha YFM 700R #100 foi o mais rápido, finalizando os 152 quilômetros do trecho cronometrado em 03h01min31seg, mas resultado não foi suficiente para subir na classificação geral da categoria.

Medeiros vinha bem, vencendo quase todas as etapas da competição, o prólogo e foram seis vitórias e um segundo lugar. E, antes da sétima etapa, chegou a abrir vantagem de mais de 25 minutos em relação ao argentino Manuel Andujar, que venceu este 29º Sertões, trazendo na bagagem o título na última edição do Dakar. Na sexta-feira, um erro de posicionamento na trilha, já na metade da especial, fez com que batesse em uma lomba alta e ser arremessado, danificando o equipamento e sofrendo leves lesões, por sorte ficou só nisso. Por não ter finalizado a prova, tomou um penal de 11h15min, o que comprometeu seu acesso ao que seria o quinto título nos Sertões.

Carregando