Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Daniel Blume é eleito para a Academia Maranhense de Letras

Jurista e escritor ocupará a Cadeira nº 15, aberta em decorrência do falecimento do historiador e desembargador Milson Coutinho.

Daniel Blume ao laod do ex-ministro Edson Vidigal (Foto: Divulgação)

O escritor e jurista Daniel Blume Pereira de Almeida foi eleito nesta quinta-feira, 26, membro efetivo da Academia Maranhense de Letras (AML).

Daniel Blume ocupará a Cadeira nº 15 da AML, aberta em decorrência do falecimento do historiador e desembargador Milson Coutinho. Blume é autor de sete livros, alguns traduzidos para o francês, espanhol e italiano.

Segundo o escritor, “não obstante a literatura, sempre me despertou a liturgia por detrás daquelas cortinas vinho da Casa de Antônio Lobo, que se abrem ao público, revelando-se não apenas como uma prestigiada anfitriã de lançamentos/solenidades, mas também como uma erudita educadora secular” E conclui: “Agradeço à Deus! Agradeço aos acadêmicos pelos votos de apreço”.

A posse solene será nos próximos meses, em data a ser definida pela diretoria da Academia.

A AML foi fundada em 10 de agosto de 1908. Possui 40 cadeiras vitalícias ocupadas por membros eleitos pelos próprios acadêmicos. Tem como atual presidente o Acadêmico Carlos Gaspar.

Carregando