Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Taxa extra gera aumento de quase 7% na conta de luz até abril

O valor representa um aumento de 49,63% no valor cobrado na bandeira vermelha 2

Foto: Reprodução

BRASÍLIA – O Governo Federal informou nesta terça (31) que, por conta da escassez hídrica, foi criada uma taxa extra na conta de luz, batizada de “bandeira escassez hídrica”. A partir desta quarta-feira, 1º de setembro, o valor da taxa adicional cobrada nas contas de luz passará de R$ 9,49 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) para R$ 14,20. O valor vai vigorar até 30 de abril.

O valor representa um aumento de 49,63% no valor cobrado na bandeira vermelha 2 para fazer frente às despesas do acionamento de usinas térmicas e das medidas adotadas para evitar apagões e até mesmo um racionamento de energia.

O diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), André Pepitone, afirmou que o governo estabeleceu a chamada bandeira “escassez hídrica” para sinalizar o momento que o país enfrenta. Segundo ele, o cenário exigiu acionamento de medidas que vão custar R$ 8,6 bilhões.

A preocupação com o impacto de mais um aumento no preço da energia sobre a inflação fez com que o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, entrassem na discussão. A definição atende pleito do Ministério da Economia, que defendia um reajuste da bandeira entre R$ 14 e R$ 15 a cada 100 kWh.

Carregando