Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Campanha alerta sobre a presença de caravelas nas praias de São Luís

Os guarda-vidas montaram uma tenda no calçadão da praia, onde estão sendo distribuídos materiais gráficos explicativos.

Prefeitura de São Luís realiza campanha educativa para alertar população sobre a presença de caravelas nas praias (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS – Uma campanha educativa na Praia do Olho d’Água para alertar os banhistas e frequentadores sobre os cuidados com as caravelas foi iniciada nesse sábado, 4, pela Prefeitura. O serviço está sendo executado pelo Grupamento de Guarda-Vidas da Guarda Municipal de São Luís (GMSL), aos finais de semana.

“As caravelas provocam diversos acidentes no litoral brasileiro, em especial, no Norte e Nordeste. Então, nada mais pertinente que uma campanha da Prefeitura com essa magnitude em nossas praias. Nós começamos na Praia do Olho d’Água, mas iremos estender para outra de nossa circunscrição, que é a da Ponta d’Areia. O nosso Grupamento de Guarda-Vidas está orientando os banhistas sobre os perigos que esses animais marinhos causam. O trabalho é fundamental para evitarmos lesões e outros tipos de situações na orla da capital”, explicou Marcos Affonso, secretário municipal de Segurança com Cidadania.

Os guarda-vidas montaram uma tenda no calçadão da praia, onde estão sendo distribuídos materiais gráficos explicativos acerca das caravelas e os cuidados que as pessoas devem tomar para evitar acidentes, como as queimaduras.

Enquanto isso, na faixa de areia, os profissionais estão circulando em quadriciclos divulgando mensagem gravada sobre os procedimentos que os banhistas devem realizar em caso de ataque dos animais marinhos. Além disso, o grupo está efetuando o patrulhamento no bote da corporação em toda extensão marítima.

Segundo a Semusc, assim que alguém detectar uma caravela no mar, o recomendável é sair imediatamente da água.

Sobre as caravelas

Um ponto que merece atenção e que, embora muitas pessoas confundam, as caravelas são diferentes das águas-vivas, que são transparentes, o que dificulta sua identificação na água do mar. As duas, no entanto, são capazes de envenenar até 24 horas fora da água. Sendo assim, é importante não retirar os tentáculos com as mãos desprotegidas.

A Prefeitura de São Luís recomenda aos banhistas e frequentadores que, em caso de dúvidas, procurem os guarda-vidas da Guarda Municipal de São Luís mais próximos para receberem as orientações corretas. As caravelas possuem tentáculos longos que podem gerar lesões na vítima. Esses animais marinhos são facilmente detectados devido à sua bolha azulada, que fica por cima da água.

Carregando