Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

EUA suspendem restrições a brasileiros vacinados contra a Covid

De acordo com um comunicado da Casa Branca, divulgado nesta segunda-feira, 20, a medida vale a partir do mês de novembro.

EUA vão suspender restrições a estrangeiros vacinados contra Covid (Foto: Divulgação)

Todas as restrições de viagens internacionais para estrangeiros, inclusives brasileiros, serão suspensas nos Estados Unidos, de acordo com um comunicado da Casa Branca, divulgado nesta segunda-feira, 20. A medida vale a partir do mês de novembro.

Para entrar nos EUA, os turistas deverão estar totalmente vacinados e apresentar teste negativo de Covid-19 feito até três dias antes do embarque.

Até o momento, não foi informado quais vacinas serão aceitas no país, mas o Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) informará em breve.

O CDC considera totalmente vacinado contra a Covid-19 a pessoa que já tomou os imunizantes aprovados para uso emergencial no país: da Pfizer, da Moderna e da Janssen (vacina em dose única da Johnson& Johnson).

  • 2 semanas após a segunda dose das vacinas da Pfizer e da Moderna;
  • 2 semanas após a dose única da vacina da Janssen.

O site do CDC sobre viagens internacionais faz uma ressalva e diz que “a orientação também pode ser aplicada a vacinas contra a Covid-19 que foram listadas para uso emergencial pela Organização Mundial de Saúde (por exemplo, a vacina de Oxford/AstraZeneca)”.

Entre os imunizantes aprovados pela OMS está a CoronaVac, vacina da fabricante chinesa Sinovac que no Brasil é produzida e distribuída em parceria com o Instituto Butantan. Mas no site do CDC não há qualquer menção à CoronaVac ou a outras vacinas além da AstraZeneca.

Carregando