Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Bancos devem limitar transferências e pagamentos do PIX

O cliente poderá alterar os limites das transações por meio dos canais de atendimento eletrônico das instituições financeiras

Foto: Reprodução

Os bancos deverão estabelecer o limite de R$ 1 mil para as transferências e pagamentos feitos usando o Pix por pessoas físicas entre as 20h e as 6h. O prazo para a alteração dos valores se encerra em 4 de outubro, segundo determinação do Banco Central (BC).

A limitação das transações físicas havia sido anunciada em agosto pelo BC para reduzir os casos de sequestros e roubos noturnos, após pedidos das próprias instituições financeiras.

O valor de R$ 1 mil para as operações noturnas vale tanto para o Pix, sistema de pagamento instantâneo em funcionamento há dez meses, como para outros meios de pagamento. Transferências via Ted, Doc, pagamentos de boletos e compras com cartões de débitos também passarão a obedecer a esse limite.

O cliente poderá alterar os limites das transações por meio dos canais de atendimento eletrônico das instituições financeiras. No entanto, os aumentos passarão a ser efetivados por pelo menos 24 horas após o pedido, em vez de concedidos instantaneamente, como fazem alguns bancos. Essa medida também deverá entrar em vigor até 4 de outubro.

Até essa data, as instituições financeiras deverão oferecer aos clientes a opção de cadastrar previamente contas que poderão receber transferências acima dos limites estabelecidos.

Carregando