Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Corpo de empresário é encontrado carbonizado dentro de carro em Paço do Lumiar

Ele saiu de casa, no bairro do Maracanã, na tarde de terça-feira (5) e não foi mais visto.

Corpo do empresário estava dentro do carro dele, que foi consumido pelas chamas (Foto: Divulgação)

No fim da noite de terça-feira (5), o corpo do empresário Wanderlei Brancher, de 54 anos, foi encontrado carbonizado, dentro do próprio carro, no bairro do Cumbique, em Paço do Lumiar. Ele foi localizado por policiais do Corpo de Bombeiros, após uma ligação via 190, relatando sobre uma Hilux SW4 pegando fogo na localidade.

Ao chegarem ao endereço indicado, em uma estrada vicinal, próximo ao cemitério, os bombeiros identificaram que havia uma pessoa no banco de trás do automóvel e acionaram a equipe da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP).

Em conversa com a reportagem do Jornal Pequeno, o delegado George Marques, titular da SHPP, explicou que a polícia conseguiu chegar até a identidade da vítima por meio do veículo, que está em nome da empresa dele.

“Foi entrado em contato com um parente, que verificou que ele nem o carro estavam na casa. A partir disso, se achou que poderia ser o empresário mesmo”, explicou o delegado, destacando que após o exame cadavérico, feito pelo Instituto Médico Legal (IML), poderá ter 100% de certeza da identidade da vítima e de como ela foi morta.

No local do crime, os policiais apreenderam um pedaço de madeira grande, o qual passará por perícia visando saber se foi usado para assassiná-lo. O veículo, que ficou bastante destruído pelas chamas, também será periciado.

Ainda de acordo com o delegado, a polícia investiga agora quais foram as circunstâncias e motivações do crime. Familiares de Wanderlei já prestaram depoimento na sede da SHPP, na Avenida Beira-Mar, e uma namorada, que está viajando para o interior do estado, será ouvida assim que retornar à capital.

O empresário, proprietário da Brancher Transportes, morava sozinho no bairro do Maracanã, onde foi visto pela última vez ao deixar o imóvel por volta das 17h25 da terça-feira.

Carregando