Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Deputado e vereador podem disputar presidência do Moto Club

Yglésio Moisés e Ribeiro Neto aparecem como possíveis candidatos para comandar a equipe rubro-negra.

Deputado Yglésio Moyses é cotado para disputar a presidência do Moto (Foto: Divulgação)

O Moto Club deve lançar nesta sexta-feira (8) o edital de convocação das eleições para o biênio (2022/2023). Opleito deve ser realizado ainda neste mês de outubro, segundo o presidente da mesa diretora do Conselho Deliberativo, Luís Carlos.

O edital dá detalhes e abre o prazo de inscrição de chapas e antes mesmo de ser divulgado, dois nomes aparecem como possíveis candidatos ao cargo. O deputado estadual Yglésio Moisés e o vereador de São Luís Ribeiro Neto, que está um pouco a frente, já que vem há algum tempo ajudando e contribuindo nos bastidores com o atual presidente Natanal Júnior.

Ribeiro teria sido responsável pela vinda do volante Lucas Hulk e registro de contratos de jogadores. O vereador inclusive até já teria definido vice e diretoria, uma chapa praticamente composta para lançar.

Yglésio Moisés, por outro lado, está em uma etapa inicial. Ele disse que tem interesse, mas ainda avalia as condições como tempo disponível. Existem alguns conselheiros que defendam a união das chapas.

O mandato de Natanal Júnior termina neste mês e ele já adiantou desde o mês passado que não tem interesse em concorrer a uma reeleição, que já deu a sua colaboração.

Um fato que não é comum deve ser realizado este ano antes das eleições. Por conta do número pequeno de conselheiros no cotidiano do clube, inclusive nos pleitos, o presidente do Conselho Deliberativo confirmou que novos conselheiros serão indicados e aceitos no mesmo dia da eleição.

“Não vamos fazer duas assembleias não. Vamos convocar uma e no mesmo dia iremos fazer este processo dos conselheiros antes da eleição” disse Luís Carlos.

As eleições são gerais. Além do Conselho Diretor, o clube terá que eleger também os novos integrantes dos conselhos Fiscal e Deliberativo.

Com relação as receitas vindouras do clube, para enfrentar o Retrô-PE, dia 13/10 (quarta-feira), às 15h30, no Nhozinho Santos, em jogo único pela primeira etapa da fase da preliminar da Copa do Nordeste 2022, o clube deve receber cerca de 40 mil reais. Se passar para a segunda preliminar, que será contra o América-RN, recebe outro valor, até a terceira eliminatória, que já será para avançar a fase de grupos da competição em 2022, quando recebe uma cota superior a 500 mil reais.

Para disputar a Copa do Brasil de 2022, se não tiver reajuste da CBF, o Moto deve receber ainda cerca de 400 mil reais, já que a atual diretoria adiantou 120 mil reais para despesas atuais. Com a liberação de público, o clube pode faturar com a venda de ingresso em seus jogos.

Carregando