Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Saiba como lidar com sentimentos difíceis

Aprecie o estar na sua inteira presença e desfrute da sua constante transformação e plenitude

Foto: Reprodução

Somos dotados de potências e recursos internos valiosos, que, se bem compreendidos e desenvolvidos, libertam-nos dos sabotadores mentais.

Temos plena capacidade de pensar e de perceber a sensação, sem ficar identificado. Com treino e foco isso é possível.

A construção do pensar vem de diversos lugares; dentre os quais, as nossas percepções individuais de mundo, padrões que vêm carregados dos costumes familiares, das crenças limitantes vivenciadas por experiências vividas e das ilusões e distorções da realidade.

Repetimos padrões bons e ruins de forma consciente e inconsciente, e isso é biológico. Mas, como perceber e não ficar identificado?

Mesmo aqueles pensamentos viciados, que vêm com força a ponto de gerar um comportamento disfuncional, podem ser treinados, ressignificados, acolhidos e assim liberados.

Para ser o observador do seu pensar é preciso manter foco e atenção no estado de presença; perceber que o que de fato há é apenas o instante presente. Quem traz memórias pré programadas é a mente, e ela pode ser treinada para não dominar as ações conscientes.

Pare por um instante o que está fazendo apenas para observar sem julgar os seus pensamentos, e, desta forma, treine a conexão plena e perceba a força que habita no seu ser quando você passa do ser observado para o ser observador da sua própria realidade.

Aprecie o estar na sua inteira presença e desfrute da sua constante transformação e plenitude.

Patrícia Rabêlo Bogéa de Matos
Fisioterapeuta
Esp. Microfisioterapia, Leitura Biológica, Terapia Manual, Terapia Crânio Sacral e Psych-k

 

Carregando