Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

SES desloca equipe a São Domingos para investigar mortes supostamente por Covid

Cinco pessoas teriam falecido na cidade, no período de uma semana.

Foto: Reprodução

O secretário de estado da Saúde, Carlos Lula, deslocou uma equipe da SES para o município de São Domingos do Maranhão, a 380 quilômetros da capital, a fim de realizar uma investigação epidemiológica a respeito de informações que chegaram em São Luís. Cinco pessoas teriam falecido naquela cidade vítimas de Covid-19, no período de uma semana.

Nessa quarta-feira, com o intuito de conter o avanço de casos, a Prefeitura de São Domingos emitiu um decreto proibindo a realização de eventos, festas e restringindo o funcionamento de várias atividades econômicas. Bares e restaurantes, por exemplo, só poderão funcionar com 50% de sua capacidade. Já as festas foram proibidas pela gestão municipal, que agora decidiu obrigar a população a usar máscaras e álcool em gel nos estabelecimentos comerciais e nas igrejas.

Ao anunciar as medidas, por meio de uma live, o prefeito Kleber Andrade (Tratorzão) informou que até os eventos esportivos estão proibidos. Além de cinco mortes supostamente por Covid-19, as informações procedentes da cidade dão conta de que 190 estariam infectadas com o vírus. Das pessoas que faleceram, quatro não haviam se vacinado.

O Jornal Pequeno apurou que os casos de internação supostamente por Covid-19 teriam começado a aparecer depois de uma grande festa que a Prefeitura fez, dia 25 de setembro, em comemoração ao aniversário da cidade.

Depois, vários eventos aconteceram em São Domingos, todos autorizados pela Prefeitura; como, aliás, está acontecendo em várias partes do Maranhão.

Ouvido pelo JP a respeito da situação, o secretário Carlos Lula classificou o quadro como preocupante, e disse que já estava enviando uma equipe a São Domingos para realizar uma investigação epidemiológica dos casos.

Carregando