Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Empresário é preso no Maranhão por suspeita de atear fogo em loja de concorrente na Paraíba

A prisão aconteceu durante a Operação Nero, com apoio da Polícia Rodoviária Federal.

Empresário foi preso no Maranhão (Foto: Reprodução)

O empresário identificado como Voney Max Lima de Oliveira,  dono das lojas Paraíba Importados, foi preso, nesta terça-feira (09), no interior do Maranhão. Ele é suspeito de mandar atear fogo no estabelecimento de um concorrente, no Centro de João Pessoa-PB, este ano. A prisão aconteceu durante a Operação Nero.

A Polícia Civil da Paraíba foi até uma das lojas do suspeito, que fica na BR-230, no município de Cabedelo, na Região Metropolitana de João Pessoa, para cumprir mandados de busca e apreensão. O empresário teria mandado atear fogo na loja Areia Branca, na capital paraibana.

Voney de Oliveira foi preso com apoio da Polícia Rodoviária Federal do Maranhão. Ele ainda tem passagens na polícia por porte ilegal de armas de fogo, ameças e submissão de funcionários a trabalho análogo à escravidão.

De acordo com investigações, essas lojas não são concorrentes apenas em João Pessoa, mas em outros estados como no Rio Grande do Norte. Um mandado de prisão contra o gerente da loja também foi expedido, mas, até o momento, ele não foi localizado.

Carregando