Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Centro de São Luís terá creche pública de tempo integral

O local é um dos quatro prédios públicos que estão sendo restaurados por meio da parceria do Governo do Estado com a Vale.

O casarão 404, localizado na Rua Rio Branco, esquina com a Rua dos Afogados, está sendo revitalizado para ser uma creche de tempo integral (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS – O casarão 404, localizado na Rua Rio Branco, esquina com a Rua dos Afogados, passa por um processo de revitalização para ser uma creche de tempo integral. A ação visa beneficiar os trabalhadores, trabalhadoras e moradores da região do Centro Histórico.

De acordo com o Governo do Maranhão, a iniciativa tem por objetivo garantir o desenvolvimento sustentável, a conservação e a valorização da história de São Luís.

O local da futura creche é um dos quatro prédios públicos que estão sendo restaurados, no Centro Histórico de São Luís, por meio da parceria do Governo do Estado com a Vale. O investimento total é de R$ 15 milhões. Todos os espaços terão finalidades de uso para atividades pública e social.

A assessora especial do Programa Nosso Centro na Secid, Josy Gomes, acentuou a importância da instalação de uma creche no Centro. “É uma demanda antiga dos moradores, e o Governo do Estado ao colocar um equipamento social na área onde existe um grande número de trabalhadores, em sua maioria mulheres e mães, é um avanço muito significativo. É uma oportunidade para de mais educação, atendimento multidisciplinar em um ambiente saudável e seguro. Essa ação do governo vai trazer uma série de impactos positivos e ganhos no setor social e econômico para a região”, disse.

Revitalização

O Governo afirmou que a obra está gerando dezenas de empregos formais e informais. Os trabalhos no imóvel 404 da Rua Rio Branco incluem a fundação do prédio e a limpeza para dar início à instalação da estrutura da cobertura. As paredes de pedra e de blocos estão sendo recuperadas com técnicas de reboco.

O imóvel está recebendo, ainda, serviços para garantir condições de segurança, conforto e acessibilidade, de acordo com a gestão estadual. “Todos esses serviços são executados para dar uso ao prédio sem deixar de preservar seu valor histórico, que possui forte influência da colonização portuguesa”.

Atualmente, estão sendo realizados os trabalhos de montagens dos elevadores, acessibilidade, instalações elétricas e hidráulicas. Depois de pronto, o equipamento social terá seis salas de aulas, consultório, sala de recreação, lactário, playground, banheiros e refeitório.

Carregando