Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Suspeito de estuprar e assassinar jovem em cemitério morre após resistir à prisão

O corpo da vítima foi encontrado com sinais de violência sexual, com uma pedra ensaguentada ao lado.

Marleide Sousa, segundo a polícia, foi estuprada e morta por Leandro Silva (Foto: Divulgação)

Um indivíduo identificado como Leandro Silva, também conhecido por “Faísca”, morreu após resistir à prisão e ser baleado por policiais. Ele era suspeito de ter estuprado e assassinado Marleide da Silva Sousa, de 19 anos, dentro de um cemitério de Itaipava do Grajaú, distante 456 km de São Luís, na última quinta-feira (11).

A morte de Leandro ocorreu em Buriticupu, na madrugada dessa terça-feira (16). O sargento Ferreira, lotado na Polícia Militar de Itaipava do Grajaú, informou à imprensa local que ele morreu por volta das 00h40. Há Informações de que o suspeito resistiu à prisão e policiais atiraram nele.

O corpo de Marleide foi encontrado com sinais de violência sexual. Ao lado da vítima, havia uma pedra com marcas de sangue.

A partir do momento em que Marleide foi encontrada sem vida, a polícia iniciou as buscas por Leandro, que estaria apenas com uma faca, e fugia de uma cidade para outra.

Em Arame, o suspeito ainda tentou se esconder em uma residência, mas foi localizado pela polícia, e fugiu por um matagal.

Carregando