Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Operação contra crimes patrimoniais prende mais de 120 pessoas no Maranhão

98 suspeitos foram presos em cidades do interior do Estado e 25 na Grande Ilha.

Mais de 120 pessoas foram presas no Maranhão (Foto: Divulgação)

Uma operação visando reprimir crimes patrimoniais foi deflagrada, nessa quarta-feira (17), e resultou na prisão de 123 pessoas em todo o Maranhão.

A ação policial, intitulada Voleur, que cumpriu mais de mil mandados de prisão e 190 de busca e apreensão em todo país, teve a coordenação do Conselho Nacional dos Chefes de Polícia (CONCPC).

Durante entrevista coletiva na manhã de ontem (17), o delegado-geral adjunto da Polícia Civil, Danilo Veras, explicou que, desde o último dia 8 de novembro, a operação já estava sendo executado no estado. “Mais de 300 policiais civis participaram da ação. O objetivo é reprimir de forma qualificada esse tipo de crime que assola todo nosso país. Uma repressão de indivíduos que praticam roubos e furtos, os tirando de circulação e trazendo mais tranquilidade para a população”, pontuou.

Conforme dados da Polícia Civil, 98 pessoas foram presas em cidades do interior do Maranhão e 25 na Grande Ilha, todas envolvidos na prática de crimes patrimoniais, entre eles furtos, roubos e receptação. Também foram cumpridos 21 mandados de busca e apreensão.

A Polícia Civil do Maranhão também destacou os 69 aparelhos de celulares recuperados; 49 munições apreendidas; a apreensão de 15 armas de fogo e os 19 veículos apreendidos durante os 10 dias de operação.

Carregando