Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Operação Carajás II prende suspeito de integrar grupo criminoso

Quadrilha atua na prática de furtos de combustíveis e grãos dos trens da empresa Vale.

O sétimo mandado de prisão temporária foi cumprido contra um indivíduo de 33 anos (Foto: Divulgação)

Suspeito de integrar associação criminosa que atua na prática de furtos de combustíveis e grãos dos trens da empresa Vale foi preso na cidade de Parauapebas/PA, em uma ação conjunta entre as polícias civis do Maranhão e do Pará.

O sétimo mandado de prisão temporária foi cumprido contra um indivíduo de 33 anos, em decorrência da Operação Carajás II.

De acordo com a polícia, estima-se que a quadrilha tenha causado um prejuízo de aproximadamente seis milhões e novecentos mil reais, de janeiro de 2019 a setembro de 2021, principalmente em decorrência dos atrasos causados na operação, envolvendo os trens e Porto de Itaqui.

A Operação foi deflagrada em dezembro de 2020, com a Carajás I, e teve o objetivo de combater o roubo de combustíveis, grãos, dormentes (peças colocadas transversalmente à via férrea) e trilhos na Estrada de Ferro Carajás, nos municípios de Vitória do Mearim, Cajari e Igarapé do Meio.

Na ocasião, foram presos 13 suspeitos de participação nos crimes. Os envolvidos foram encaminhados para Seic, onde foram interrogados, e alguns deles autuados em flagrante, devido ao cumprimento de mandados de prisão temporária.

Carregando