Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

São Paulo registra dois casos da variante ômicron

Ambos os testes foram sequenciados pelo Albert Einstein, que identificou a variante Ômicron nas duas amostras

Foto: Reprodução

O estado de São Paulo confirmou nesta terça-feira (30) dois casos da variante ômicron do coronavírus. Ambos os pacientes são brasileiros e a identificação da cepa foi feita após sequenciamento genético realizado pelo laboratório Albert Einstein.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, os dois casos confirmados são de um homem de 41 anos e uma mulher de 37, provenientes da África do Sul. Ambos tiveram resultado positivo em exames de PCR coletados no laboratório do Einstein instalado no Aeroporto Internacional de Guarulhos no dia 25 de novembro. Os dois apresentavam sintomas leves na ocasião.

Diante do diagnóstico positivo, o casal foi orientado a permanecer em isolamento domiciliar. Ainda segundo a pasta estadual, ambos estão sob monitoramento das Vigilâncias estadual e municipal de São Paulo, juntamente com seus familiares.

Após o resultado, ambos os testes foram sequenciados pelo Albert Einstein, que identificou a variante Ômicron nas duas amostras. O material foi enviado ao Instituto Adolfo Lutz (IAL) que confirmou o sequenciamento genético.

Segundo a Anvisa, o Ministério da Saúde, as Secretarias de Saúde estadual e municipal de São Paulo e o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) já foram notificados dos casos para a “adoção das medidas de saúde pública pertinentes”. A agência também frisa que a entrada do passageiro em território nacional, no último dia 23, foi antes da data em que a Organização Mundial da Saúde declarou a Ômicron como uma variante de preocupação, no dia seguinte.

Carregando