Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Advogado que agrediu ex-esposa em São Luís é procurado pela polícia

Dalton Arruda teve a preventiva decretada por ter descumprido medidas protetivas de distanciamento.

O advogado Dalton Arruda está sendo procurado pela Delegacia Especial da Mulher (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS – O advogado Dalton Arruda, acusado de agredir a ex-esposa Janayna Arruda, depois de derrubar com sua caminhonete o portão da residência dela, no bairro do Calhau, está sendo procurado pela Polícia Civil, por meio da Delegacia Especial da Mulher (DEM), para que retorne à prisão.

Nessa quinta-feira, 9, conforme informações obtidas pelo Jornal Pequeno, a 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça revogou a liminar em habeas corpus que havia substituído a prisão preventiva de Arruda por domiciliar, com uso de tornozeleira eletrônica, e determinou o restabelecimento da prisão do advogado.

Ainda conforme a fonte do JP, depois de ser preso em flagrante, Dalton Arruda teve a preventiva decretada pela juíza da Central de Inquéritos, Janaína de Carvalho, em 17 de novembro, deste ano, por ter descumprido medidas protetivas de distanciamento da ex-esposa e arrombado a residência dela derrubando o portão principal com a sua caminhonete.

A defesa do advogado conseguiu no mesmo dia com que ele deixasse a prisão, por meio do desembargador José Jorge, em Plantão judicial. A preventiva foi convertida em prisão domiciliar com utilização de tornozeleira eletrônica.

José Jorge acolheu os argumentos do advogado de Arruda, de que seu cliente não se recordaria de nada que havia feito, por supostamente ter usado medicamento.

“Ele não teve a intenção da derrubar o portão da residência”, alegou a defesa.

Em julgamento de mérito, no entanto, e por unanimidade, a 2ª Câmara Criminal restabeleceu a prisão preventiva, conforme parecer do Ministério Público estadual. No início da tarde dessa sexta-feira (10), a Justiça expediu mandado de prisão.

A Delegacia Especial da Mulher (DEM) já está de posse da ordem judicial e tenta localizar Dalton Arruda para encaminhá-lo de volta à prisão.

Carregando