Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Comerciários de São Luís são testados contra a Covid-19

A CDL está aplicando o teste rápido nos trabalhadores do comércio da capital

A megatestagem dos trabalhadores do comércio deve ir até o dia 11 de janeiro de 2022 (Foto: Francisco Silva)

SÃO LUÍS – A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) firmou uma parceria com a Prefeitura com o intuito de realizar ações de combate à Covid-19, por meio da ampliação da testagem em massa dos comerciários.

Como parte da parceria, a CDL está aplicando o teste rápido nos trabalhadores do comércio da capital. Inicialmente, a ação acontece na Rua Grande, principal via comercial da capital, que registra um forte aumento na circulação de pessoas devido às compras de Natal. A iniciativa deve se estender a outros pontos da cidade.

A equipe da CDL São Luís está indo de loja em loja, testando os comerciários, numa ação rápida e que não representa transtorno ao movimento das empresas.

Para a entidade, a ação contribui para diminuir a disseminação do novo coronavírus e promove a maior conscientização das pessoas de que precisam manter cuidados, como o uso de máscaras e a higienização regular das mãos.

Segundo Fábio Ribeiro, presidente da CDL São Luís, todos os trabalhadores dos estabelecimentos comerciais estão sendo testados, independentemente da função que exercem na empresa, e prevê a realização de 3.000 testes.

Ainda conforme Fábio, a equipe de testagem é composta por uma farmacêutica e duas auxiliares, além do acompanhamento de um agente comercial da CDL. Todos os profissionais receberam treinamento do Laboratório Central da Prefeitura de São Luís, antes de iniciarem a ação.

A Câmara de Dirigentes Lojistas já realizou mais de 300 testes, e não tiveram casos positivos. A ação, segundo o CDL, tem recebido grande aceitação, pois 98% do público atendido até agora informou que ainda não tinha sido testado: “A motivação maior é reforçar o controle epidemiológico do coronavírus dos centros comerciais de São Luís. Estamos tendo um aumento da movimentação de consumidores, devido às compras de final de ano, e com a testagem poderemos monitorar e interromper a cadeia de transmissão do coronavírus”, afirmou Fábio Ribeiro.

Carregando