Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

PIS/Pasep está liberado para 10 milhões de trabalhadores

Valores superiores a R$ 3 mil, o saque é possível somente nas agências da Caixa

Foto: Reprodução

Cerca de 10 milhões de trabalhadores tem ate 1° de junho de 2025 para realizar o saque do saldo de suas contas do fundo do PIS/Pasep. Segundo a Caixa Econômica Federal, R$ 23,3 bilhões estão “esquecidos”.

Saque do fundo PIS/Pasep

O fundo do PIS/Pasep pode ser sacado pelos brasileiros que exerceram atividade remunerada em empresas privadas ou órgãos públicos entre os anos de 1971 até 1988. Caso o cotista tenha falecido, os seus herdeiros possuem direito ao saque.

Até o mês de maio de 2020, a Caixa Econômica Federal administrava apenas as cotas do PIS, destinadas aos trabalhadores de empresas privadas, enquanto o PASEP era gerenciado pelo Banco do Brasil. Porém, após maio de 2020 o montante foi unificado e transferido para a Caixa Econômica Federal, por onde todos os trabalhadores com direito ao PIS e ao Pasep podem receber.

Como realizar o saque

Como o montante foi unificado e transferido para a Caixa, o saldo também veio a ser transferido para o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), sendo assim, para consultar o saldo e realizar o saque das cotas do PIS/Pasep basta acessar o site ou aplicativo de celular do FGTS, ou o internet banking da Caixa.

Para consultar o saldo de cotas, será necessário ou o número do CPF (ou antigo CIC) ou o número do NIS do cotista, que pode ser encontrado:

no Cartão do Cidadão;
nas anotações gerais de Carteira de Trabalho antiga;
na página de identificação da nova Carteira de Trabalho;
no extrato do FGTS impresso.

Valores de até R$ 3 mil podem ser sacados diretamente nas lotéricas, correspondentes Caixa Aqui e também nos terminais de autoatendimento por meio do Cartão Cidadão com senha.

No caso de valores superiores a R$ 3 mil, o saque é possível somente nas agências da Caixa, bastando apresentação de documento oficial com foto.

Carregando