Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

PagSeguro é condenada por bloquear salário de cliente

Bloqueio ocorreu mesmo após negociação da dívida.

Foto: Reprodução

A PagSeguro Internet S/A foi condenada a indenizar uma mulher em 2 mil reais, por bloquear o salário devido a uma inadimplência com cartão de crédito, mesmo após negociação da dívida.

O processo, que correu no 2º Juizado Especial Cível e das Relações de Consumo de São Luís, resultou em sentença desfavorável à empresa ré, que foi condenada, ainda, à devolução de dinheiro retido junto à conta da cliente. O caso trata-se de ação declaratória de ilegalidade de retenção de salário cumulada com pedido de indenização por danos morais. A PagSeguro é uma empresa brasileira que atua como meio de pagamento eletrônico e instituição bancária.

A autora sustenta, em resumo, que é titular de conta corrente da promovida e teve seu saldo de salário bloqueado, em razão de inadimplência de fatura de cartão de crédito, a qual já havia sido renegociada, sendo inclusive paga a primeira parcela do acordo. Assim sendo, requereu junto à Justiça em caráter de tutela antecipada. Foi designada audiência para conciliação, mas as partes permaneceram intransigentes e não chegaram a um acordo. A empresa  apresentou contestação, bem como anexou documentos ao processo.

A Justiça constatou que não há dúvidas quanto à inadimplência das faturas de consumo pela autora, mas sim quanto à irregularidade do bloqueio da conta após ela efetuar o parcelamento da fatura.

A cliente dividiu o valor devido à empresa, R$ 1.690,82, em 11 vezes de R$ 253,89, e já tinha quitado a primeira parcela do acordo.

Carregando